X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Isaquias Queiroz é campeão mundial no C1 500 metros no Canadá

Também teve ouro e prata do Brasil no Mundial de Paracanoagem

Agência Brasil | 06/08/2022 20:34 h

O baiano Isaquias Queiroz aumentou sua coleção de títulos mundiais na canoagem neste sábado (6), em Halifax (Canadá). O canoísta chegou à sua sétima medalha de ouro ao vencer a prova do C1 500 metros. Isaquias, dono de um ouro, duas pratas e um bronze olímpicos (Rio 2016 e Tóquio 2020), já somava seis ouros e seis bronzes em Mundiais. 

Na prova deste sábado (6), o brasileiro, de 28 anos, simplesmente não deu chances aos adversários. Ele concluiu em 1min54s49, 2s02 à frente do medalhista de prata, o romento Catalin Chirila. O bronze ficou com o tcheco Martin Fuksa, com o tempo de 1min56s79. Isaquias liderou a prova de ponta a ponta. 

O baiano ainda pode ampliar a contagem de medalhas em mundiais neste domingo (7). Ele disputará a final do C1 1000m, a partir das 11h33 (horário de Brasília). Isaquias é o atual campeão olímpico desta prova. 

Dobradinha do Brasil no Mundial de Paracanoagem

Este sábado foi o último dia de disputas do Mundial de Paracanoagem, também em Halifax. O Brasil teve cinco atletas na água e dois subiram ao pódio na mesma prova. No VL 200m, Igor Tofalini e Fernando Rufino fizeram dobradinha para o país, com ouro e prata, respectivamente. 

Tofalini venceu de forma emocionante, com o tempo de 51s67, apenas 33 centésimos à frente de Rufino, atual campeão paralímpico da prova. 

O Brasil encerrou a competição no terceiro lugar no quadro geral de medalhas. Além dos dois pódios neste sábado, o país já conquistara uma uma prata (com Luis Carlos Cardoso, no KL1 200m) e um bronze (com Mari Santilli, no VL3 200m).

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS