X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Guilherme Schmidt supera Antonio Esposito e garante a medalha de bronze no Grand Prix de judô


O Brasil conseguiu, na manhã deste sábado, a sua segunda medalha no Grand Prix de Antalya de judô. Guilherme Schmidt venceu o italiano Antonio Esposito na categoria até 81 quilos e se junta a Jessica Lima, que na sexta, ficou com a prata ao ser derrotada pela canadense Christa Deguchi,

Logo no início do combate, Schmidt procurou se impor e conseguiu um waza-ari com um minuto de luta. Em desvantagem Esposito adotou uma postura mais agressiva, mas não conseguiu nenhuma vantagem.

Schmidt soube se defender garantiu a medalha de bronze. No caminho para chegar na briga pelo bronze na Turquia, Guilherme Schmidt fez uma bela campanha. Ele venceu duas lutas preliminares, perdeu nas quartas de final e se recuperou repescagem até enfrentar Antonio Esposito

O brasileiro superou Max Stewart da Grã Bretanha, venceu o dominicano Del Orbe Cotorreal, passou por pelo russo David Karapetyan e por fim, também levou a melhor sobre Vedat Albayrak, da Turquia.

Esta foi a primeira medalha de Schmidt na temporada após ter passado em branco no Grand Slam de Paris e do Grand Prix da Áustria. Este é o seu quarto pódio em rand Slams após dois ouros e uma prata. Sua última conquista em uma competição deste nível foi em junho do ano passado, ckom a prata em Astana, no Casaquistão.

Outros sete brasileiros competiram neste spabado em Antalya. O melhor resultado ficou com Luana Carvalho, que caiu nas quartas de final para a australiana Aoife Coughan (shidôs). Ela foi para a repescagem, mas pedeu para a holandesa Kim Polling e terminou em sétimo lugar.

De acordo com a Confederação Brasileira de Judô, o Grand Slam de Antalya, na Turquia, é a última competição antes da primeira etapa da convocação olímpica. O Brasil enviou 19 representantes para a competição, que distribuirá 1000 pontos no ranking olímpico classificatório para Paris-2024.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: