X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Guarani tem duas novas preocupações e departamento médico pode chegar a 11 jogadores


Buscando recuperação na Série B do Campeonato Brasileiro, o Guarani vem sofrendo com vários problemas de lesão em seu elenco. As mais novas preocupações são o meia Chay, que precisou ser substituído após uma pancada no tornozelo, e o zagueiro Lucas Adell, com desgaste físico. Ambos serão reavaliados pelo departamento médico.

Na segunda-feira, em que o Guarani foi derrotado pelo América-MG por 2 a 1, em Campinas (SP), Chay foi substituído por Gustavo França, enquanto Lucas Adell, por Léo Santos.

O departamento médico já conta com nove jogadores: o goleiro Pegorari, o zagueiro Márcio Silva, o lateral-direito Heitor, o lateral-esquerdo Vinicius Kauê, os meias Luan Dias e Bruno Oliveira, e os atacantes Caio Dantas, Bruno Mendes e Airton.

O técnico Júnior Rocha, que está no começo de seu trabalho, lamentou a situação, mas vê como oportunidade para outros atletas. "Infelizmente, essa quantidade de lesões atrapalha o trabalho e a nossa sequência, mas é um grupo com potencial enorme. Vamos usar essas baixas como oportunidade para outros jogadores", explicou.

A expectativa é contar com retornos já a partir da próxima rodada, mas o treinador reforçou a importância de não apressar a recuperação dos jogadores. "A ideia é que alguns retornem nos próximos jogos, mas temos que respeitar o tempo de recuperação. Ninguém vai forçar nada. Todos os times estão com jogadores lesionados e acredito que isso faça parte do aumento de competitividade da Série B", avaliou.

Após duas derrotas seguidas, o Guarani segue com três pontos, em 19º e penúltimo lugar. O time volta a campo no sábado, às 21h, quando recebe o Paysandu no estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP), pela sétima rodada.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: