X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Goleiro Bruno pode fechar com clube capixaba ainda nesta semana

| 11/02/2020 19:51 h | Atualizado em 11/02/2020, 20:15

Bruno
Bruno |  Foto: Reprodução

Polêmica antes mesmo de ser concretizada, a negociação pela contratação do goleiro Bruno por um clube do Espírito Santo pode chegar ao fim nesta semana.

A mulher do ex-capitão do Flamengo confirmou, em conversa com a reportagem do Tribuna Online, a vontade de tentar, no Espírito Santo, retomar a carreira do goleiro. “Bruno está interessado em jogar onde tiver oportunidade e onde o time tiver profissionalismo, diferente de tudo que vimos até agora”, afirmou Ingrid.

A esposa do ex-jogador do Flamengo disse ainda que ele tem se preparado fisicamente e estaria apto para jogar ainda no Capixabão. “O Bruno tem treinado diariamente, em dois períodos inclusive”, adiantou.

Preso em 2010 e condenado em 2013 a 22 anos e três meses de prisão pelo homicídio triplamente qualificado da modelo Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado do filho que teve com ela, Bruninho, o ex-goleiro do Flamengo vive em regime semiaberto desde julho do ano passado e tenta retomar a carreira no futebol.

Quatro clubes interessados

Recomeço que interessou a quatro clubes capixabas, de acordo com o representante do goleiro, Matheus Pereira: “São dois times da Grande Vitória e dois do interior do Estado”, garante o representante, que acredita num acerto nos próximos dias: “Acho que entre sexta-feira e a próxima segunda-feira teremos um acerto”.

Um dos interessados é o São Mateus, que recuou ao ser alvo de protestos no início do mês, quando vazou a negociação. As conversas continuam e a ideia do São Mateus — e dos dois clubes da Grande Vitória, não revelados — seria contar com Bruno na Copa Espírito Santo, no segundo semestre, mas ter o goleiro de imediato nos treinamentos durante o Capixabão.

Já o quarto clube interessado gostaria de ter o jogador na disputa da Segundinha Capixaba, que começa no dia 29 de fevereiro.

Fora dos gramados desde a sua prisão, em 2010, Bruno mantém a forma em Varginha (MG), onde mora com a mulher, Ingrid Calheiros, e uma filha de dois anos. Ele ainda defende esporadicamente um time amador da cidade.

“O que falta decidir é a logística, pois o Bruno tem família lá. Ele viria com um salário baixo, mas conversamos e entendemos que o Espírito Santo é um mercado que pode ajudar na questão de voltar ao futebol”, explicou Matheus Pereira.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS