X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Gabriel Jesus afirma que fazer gols 'não é um dos seus pontos fortes'

O atacante disse também que o Brasil foi melhor que o adversário no Maracanã e merecia ter vencido também a Colômbia


Imagem ilustrativa da imagem Gabriel Jesus afirma que fazer gols 'não é um dos seus pontos fortes'
O atacante Gabriel Jesus fez a declaração na zona mista após o jogo contra a Argentina |  Foto: Reprodução/Instagram/Gabriel Jesus

Gabriel Jesus foi a aposta de Fernando Diniz para substituir Vinícius Júnior diante da Argentina. O atacante do Arsenal, que não atuava desde 24 de outubro, teve boa movimentação na derrota por 1 a 0 e participou de um dos lances mais promissores da seleção brasileira no segundo tempo, que terminou com Gabriel Martinelli perdendo o gol diante de Emiliano Martínez. No fim, porém, o atacante encerrou mais um jogo sem marcar pela seleção - e com tranquilidade surpreendente, declarou que marcar gols nem é seu ponto mais forte.

"Tem coisas que me incomodaram bastante no ciclo pós-Copa de 2018. Eu era mais jovem, tinha outra cabeça. Hoje sou um homem mais maduro, mais formado, pai de família. Eu entendo que o futebol é uma prioridade pra mim, e sei que preciso estar bem para fazer o meu melhor, principalmente na seleção brasileira", disse Gabriel Jesus, na zona mista após o jogo.

"Tem coisas que eu não controlo. Eu treino, eu busco, eu tento, eu me movimento, eu ajudo a equipe. O gol é inevitável. Eu acredito que não seja meu ponto forte, porém eu faço gols e estou lá para fazer gols. Quando voltar, vai acontecer. É trabalhar. Eu trabalho quieto, não sou de rebater critica, não sou de ficar feliz por elogio. Já fiquei, não fico mais", disse o atacante.

Sobre a derrota para a Argentina, a terceira consecutiva, Gabriel Jesus considerou que são coisas que acontecem no futebol. Na avaliação dele, o Brasil foi melhor que o adversário no Maracanã e merecia ter vencido também a Colômbia, na semana passada.

"Acho que o Uruguai eles foram, sem a bola, melhores do que a gente. Com a bola, acho que nesses três últimos jogos a gente jogou melhor. Colômbia nós jogamos muito melhor, falhamos na marcação. Hoje (terça) todo mundo pode ver nosso espírito e nossa vontade", declarou o atacante do Arsenal.

"O que a gente pode fazer agora é concentrar mais, evoluir mais, treinar mais, e quando chegar os jogos, ganhar os jogos."

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: