X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Gabi e Macris elogiam forte Itália, mas creem em vitória do Brasil na Liga das Nações de Vôlei


A seleção brasileira de vôlei feminino está invicta na Liga das Nações, com seis vitórias seguidas. Mas terá sua grande prova de fogo na madrugada deste sábado, a partir da 1h30, em Macau, na China, quando enfrenta a poderosa Itália, terceira classificada no geral, com apenas uma derrota. Capitã do time de Zé Roberto Guimarães, a ponteira Gabi elogiou bastante as rivais, mas mostrou confiança na manutenção da invencibilidade.

"Estamos em preparação total para o jogaço contra a Itália, que hoje figura entre as grandes favoritas não só para a Liga das Nações, mas para os jogos olímpicos", elogiou Gabi, que aproveitou para revelar a maior prepcupação da seleção verde e amarela.

"Elas contam com duas grandes opostas, que na minha opinião não tem nenhum time com o nível delas, que são a Paola Egonu e a (Ekaterina) Antropova, duas jogadoras que teremos grande atenção amanhã", revelou. Ciente da importância do jogo, Zé Roberto relacionou as principais jogadoras para o clássico.

"Mais que pensar na Itália, é pensar na nossa evolução, no que a gente quer nessa competição. A gente sabe que precisará muito de nossa agressividade, desde o início da partida, pela qualidade do time da Itália, principalmente no ataque", avaliou Gabi.

"A gente tem de colocar nosso sistema defensivo para funcionar, começar por um bom saque, agressivo, fazer nossa defesa e bloqueio jogarem e os contra-ataques e side out (construção da jogada ofensiva desde a recepção) com muita eficiência", prosseguiu. "(Estou) Muito confiante, a equipe teve oportunidade de descansar, treinou, malhou, mas teve um momento de muita recuperação pelos jogos difíceis que a gente teve. Vamos com tudo, a gente quer muito buscar essa vitória. É uma grande equipe, mas a gente sabe que tem tudo para entrar forte e buscar mais uma vitória na competição."

A levantadora Macris, que vem revezando com Roberta na Liga das Nações, também esbanjou confiança. "Com certeza será um jogo emocionante, sabemos que a Itália imprime uma velocidade de jogo muito grande, tem um poder de ataque muito forte também, mas com certeza vamos com tudo, com nossa energia e a força do grupo para esse confronto", disse.

"Vamos estudar bastante. Sabemos que elas têm opostas com muito poder de ataque e velocidade pelas pontas e um sistema de bloqueio também, elas estão sempre ali tocando em todas as bolas. A gente vai ter muito trabalho, mas vamos entregar tudo, com muita energia para, com certeza, buscar essa vitória."

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: