X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Ex-Palmeiras e Atlético-MG, André Balada morre aos 42 anos após enfarte

| 06/02/2020 12:01 h | Atualizado em 06/02/2020, 13:56

André Balada sofreu com a dependência química enquanto era jogador
André Balada sofreu com a dependência química enquanto era jogador |  Foto: Reprodução/ Redes sociais
O ex-atacante André Moreira Neles, conhecido como André Balada, morreu nesta quinta-feira (5) aos 42 anos em Uberlândia (MG), vítima de um enfarte enquanto estava em casa. Aposentado desde 2017, ele teve uma longa carreira e passou por clubes como Atlético-MG, Palmeiras, Vitória, Benfica e Porto, fora ter atuado pela seleção de Guiné Equatorial.

André Balada sofreu com a dependência química enquanto era jogador. Em entrevista em 2008 para o Jornal da Tarde, do Grupo Estado, ele admitiu que usava cocaína na época em que defendia o Palmeiras, em 2003. Como jogador, conviveu com a fama de gostar de vida noturna e de abusar do álcool. Porém em entrevistas nos últimos anos ele comentou ter se convertido à religião ainda em 2004.

Como atacante, ele começou a carreira no próprio Uberlândia, onde se destacou e depois foi para o Atlético-MG. No time alvinegro, em 2000, teve como grande momento marcar um gol na Argentina contra o Boca Juniors que valeu a classificação da equipe à semifinal da Copa Mercosul. Além do futebol, chegou a comporto músicas gospel e lançar alguns CDs.

André Balada conquistou como títulos na carreira o Campeonato Brasileiro da Série B de 2003, pelo Palmeiras, o Campeonato Mineiro de 2000, pelo Atlético-MG, e o Campeonato Gaúcho de 2003, pelo Internacional.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS