X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esporte Capixaba

Embalado, Vitória recebe o Rio Branco de Venda Nova pelas semifinais

Após eliminar o Real Noroeste nas quartas de final, Alvianil tenta manter a mesma pegada


Imagem ilustrativa da imagem Embalado, Vitória recebe o Rio Branco de Venda Nova pelas semifinais
Rafael Jacques, técnico do Vitória |  Foto: Fábio Nunes / AT

Protagonistas de uma das partidas mais importantes na última rodada da primeira fase, que definiu o rebaixamento do Serra no campeonato, Vitória e Rio Branco de Venda Nova voltam a se enfrentar na tarde deste sábado (23), a partir das 17 horas, no estádio Salvador Costa, mas desta vez em busca da classificação para a grande final do Capixabão.

As duas equipes terminaram a fase de grupos com a desconfiança da torcida, mas surpreenderam nas quartas de final e eliminaram Real Noroeste e Desportiva Ferroviária, respectivamente. Para o atacante Macário, do Alvianil, a virada de chave foi a confiança de que o que o grupo poderia entregar mais.

“Acho que mudança não é a palavra correta, mas acredito que o primordial para a gente ter as vitórias foi acreditar até o final. A gente sabia que não poderia mais errar, então a gente se uniu e foi em busca do propósito, que era a vitória e passar de fase”, ressaltou ele, que foi responsável por dois gols no último jogo.

“Estou bastante confiante de que possa fazer mais gols, balançar a rede é sempre importante. Se Deus quiser a gente vai sair com mais uma vitória nessa partida dentro de casa”, disse ele.

Uma curiosidade sobre o confronto entre Vitória e Rio Branco VN é que as equipes nunca se enfrentaram em mata-mata e, para sair com um resultado positivo desse duelo “inédito”, Macário conta com o apoio da torcida para encher o Ninho da Águia.

“A presença da torcida é de total importância. A importância é máxima. A nossa torcida é como se fosse mais um jogador dentro de campo. Por isso contamos com a presença de todos, tanto dentro de casa quanto fora”, pediu o atacante Alvianil.

Apesar de ser o primeiro confronto entre as equipes em mata-matas, o Tricolor Polenteiro vem se sobressaindo contra a Águia Azul nos campeonatos. Desde que voltou a competir profissionalmente em 2016, os times se encontraram oito vezes e o Rio Branco VN venceu cinco, enquanto o Vitória apenas três vezes.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Var Light

A Federação de Futebol do Espírito Santo (FES) anunciou que as semifinais do Capixabão terão a utilização do VAR Light, que é parecido com o equipamento tradicional usado nacionalmente.

A diferença é que não será possível traçar uma linha de impedimento e o próprio árbitro vai operar o VAR Light.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: