X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Djokovic perde set, mas avança e encara Rune nas oitavas de Wimbledon


Novak Djokovic voltou a oscilar e perder um set em Wimbledon neste sábado. Mas não chegou a correr maiores riscos contra o australiano Alexei Popyrin, a quem venceu por 3 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/3, 6/4 e 7/6 (7/3), em 3h05min. Nas oitavas de final, o número dois do mundo vai enfrentar o dinamarquês Holger Rune, algoz de Thiago Wild na fase anterior em Londres.

Djokovic e Popyrin, 47º do ranking, fizeram um duelo marcado pelos bons saques. Não por acaso o sérvio alcançou uma marca importante neste sábado. Ele se tornou o sexto tenista da história a alcançar 1000 aces na chave de simples de Wimbledon. O feito foi alcançado com seus 19 aces na partida, o mesmo número do australiano.

Sérvio e australiano também se destacaram em outros fundamentos. Popyrin anotou 52 bolas vencedoras, contra 53 do ex-número 1 do mundo. Djokovic, no entanto, se destacou ao falhar menos. Foram apenas 18 erros não forçados ao longo dos quatro sets, enquanto o rival australiano anotou 31.

Favorito, o atual vice-campeão de Wimbledon começou mal a partida e acabou cedendo o set inicial ao australiano. Mas a reação veio firme e com regularidade nas três parciais seguintes. Djokovic só esteve em perigo na reta final do quarto set, quando oscilou em seus games de saque antes de levar a melhor no tie-break.

Nas oitavas, Djokovic vai rever um dos poucos tenistas contra o qual tem ligeira vantagem no retrospecto. São três vitórias, contra duas de Rune, atual 15º do mundo. O sérvio levou a melhor nas últimas duas partidas. Eles nunca se enfrentaram sobre a grama. Rune avançou na chave de Wimbledon ao superar o francês Quentin Halys por 1/6, 6/7 (4/7), 6/4, 7/6 (7/4) e 6/1.

Também avançaram na chave masculina o australiano Alex de Minaur (9º cabeça de chave), o americano Taylor Fritz (13º), os franceses Giovanni Mpetshi Perricard e Arthur Fils e o italiano Lorenzo Musetti (25º).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: