X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Djokovic diz estar 100% após cirurgia e avisa que brigará pelo título em Wimbledon


Mesmo voltando de uma cirurgia realizada a menos de um mês, Novak Djokovic esbanja confiança em Wimbledon. O tenista sérvio afirmou neste sábado que está 100% recuperado do problema físico no joelho direito e avisou os rivais de que jogará na grama inglesa em busca do título. O Grand Slam britânico terá início na segunda-feira.

"Não vim aqui para jogar algumas rodadas e provar para mim e para os outros que posso realmente disputar uma ou duas partidas. Eu realmente quero lutar pelo título", declarou o atual número dois do mundo. "Os últimos três dias me deram otimismo suficiente e bons sinais de que posso realmente estar em condições de competir no mais alto nível nas próximas semanas."

Djokovic se machucou no mês passado durante partida contra o argentino Francisco Cerundulo, pelas oitavas de final de Roland Garros. O sérvio venceu a partida, mas desistiu da competição logo em seguida, sem entrar em quadra pelas quartas de final, justamente devido à lesão no joelho.

Dias depois, ele foi submetido a uma cirurgia, o que parecia tirá-lo naturalmente de Wimbledon. A recuperação, contudo, foi mais rápida que o esperado e o ex-líder do ranking garantiu motivação para se impor diante dos principais rivais.

"Eu não consigo me ver me contendo (em quadra). Não me vejo fazendo cálculos ou sendo um pouco mais cauteloso nos meus movimentos. Não vejo isso acontecendo. Realmente, eu vou com tudo. Quer dizer, é assim que tenho jogado durante toda a minha carreira."

Aos 37 anos, o tenista sérvio foi vice-campeão na edição passada do torneio britânico. Na ocasião, foi batido pelo espanhol Carlos Alcaraz, número três do mundo. Como defende muitos pontos no Grand Slam, Djokovic poderá perder boas posições no Top 10 se for eliminado de forma precoce em Londres. Ele estreará na terça-feira contra o checo Vit Kopriva (123º do ranking).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: