X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Djokovic desiste de Roland Garros e Sinner se tornará o tenista nº 1 do mundo


Após ser submetido a exames, Novak Djokovic desistiu de seguir competindo em Roland Garros, nesta terça-feira. O tenista sérvio sofreu uma lesão no joelho direito e abandonou o Grand Slam francês um dia antes de entrar em quadra pelas quartas de final. Com a desistência, o tênis masculino terá um novo número 1 a partir da próxima semana, o italiano Jannik Sinner.

A organização de Roland Garros explicou que o sérvio abandonou o torneio assim que um exame de ressonância magnética apontou lesão no menisco medial do joelho direito. Djokovic foi submetido ao exame nesta terça, após desistir do treino agendado para o dia. O sérvio já havia declarado na segunda que havia a possibilidade de não jogar sua partida das quartas de final, contra o norueguês Casper Ruud, agendada para quarta-feira.

O recordista de títulos de Grand Slam teria se machucado durante a partida contra o argentino Francisco Cerúndolo, na segunda. Ele recebeu atendimento médico em quadra por duas vezes, foi medicado e ainda acabou sofrendo um tombo no quinto set da longa partida, em que precisou fazer um esforço físico considerável para buscar a virada no placar.

"Há algumas semanas que tenho um pequeno problema no joelho, mas não é grande coisa. Aí escorreguei no segundo set e senti dor", disse o sérvio, ao fim da partida das oitavas de final. "Tomei muitos analgésicos e eles começaram a fazer efeito no final do quarto. Mas não sei se jogarei nas quartas de final, vamos esperar para ver."

A vitória sobre o argentino, ainda que sofrida, marcou mais um recorde na carreira do sérvio. Ele alcançou o triunfo de número 370 em torneios de Grand Slam, superando o suíço Roger Federer. No entanto, a insistência em permanecer em quadra na segunda acabou prejudicando a condição física do sérvio.

NOVO NÚMERO 1

Como defendia 2 mil pontos no ranking, por ser o atual campeão de Roland Garros, Djokovic perderá 1.600 pontos na atualização da lista da ATP, na próxima segunda-feira. Assim, ficará abaixo de Sinner, que fez fraca campanha em Paris na temporada passada e já soma pontos suficientes para superar o sérvio na relação dos melhores do mundo.

Com esta mudança, Sinner se tornará o primeiro italiano a alcançar o topo do ranking. O feito confirma o bom momento vivido pelo tenista, que faturou seu primeiro Grand Slam em janeiro, ao levantar o troféu do Aberto da Austrália. Ele já acumula três títulos no ano, com um considerável retrospecto de 32 vitórias e apenas duas derrotas até agora.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: