X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Daniel Alves disse que estava bêbado e não se lembra de nada, diz TV espanhola

Esta seria mais uma versão de Daniel Alves sobre o caso que envolve acusação de estupro


Imagem ilustrativa da imagem Daniel Alves disse que estava bêbado e não se lembra de nada, diz TV espanhola
Jogador é acusado de estuprar uma mulher em uma boate |  Foto: Reprodução/Instagram @danialves

O caso Daniel Alves, que envolve uma acusação de estupro e violência sexual a uma jovem de 23 anos em uma casa noturna em Barcelona no fim do ano, ganhou novo capítulo nesta semana. Segundo a TV espanhola Telecinco, o jogador teria afirmado, em telefonema à sua mulher e modelo Joana Sanz, que estava bêbado e não se lembra de nada do que aconteceu no local.

Esta seria mais uma versão de Daniel Alves sobre o caso. Ele já chegou a afirmar que não conhecia a denunciante, no início das investigações. Em seu primeiro depoimento à Justiça espanhola, o jogador afirmou que estava no banheiro quando a mulher entrou, mas que não teve contato, físico ou sexual, com ela.

Leia mais: 

Daniel Alves: entenda o motivo de prisão e investigação avançarem rapidamente

DNA comprova que Daniel Alves fez sexo com vítima, diz jornal

Em audiência às portas fechadas nesta quinta-feira, para analisar o pedido de liberdade provisória, a defesa do jogador confirmou, pela primeira vez, que houve penetração vaginal, mas que o sexo, entre Daniel Alves e a denunciante, foi consensual. Em dois telefonemas à esposa nesta semana, o lateral-direito afirmou não ter nenhuma memória do ocorrido na casa noturna Sutton, em dezembro.

O advogado do jogador, Cristóbal Martell, destacou que, além do sexo ter sido consensual, a vítima não apresentava lesões vaginais compatíveis com estupro, durante pedido de liberdade provisória de Dani Alves. Exames analisados pelo Ministério Público confirmou o DNA do jogador nos restos de sêmen encontrados na região genital da denunciante.

Leia mais:
Defesa de Daniel Alves muda versão e diz que houve relação consensual
Justiça espanhola deve analisar recurso de Daniel Alves nesta quinta

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: