X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Curry supera Sabrina Ionescu e vence desafio de arremessos de três pontos da NBA

Além do evidente entretenimento e respeito entre as partes, a disputa também contou com benefícios a causas sociais


As primeiras horas deste domingo começaram com um evento inédito. Pela primeira vez, um jogador da NBA participou de uma disputa com uma atleta da WNBA. Os principais arremessadores das duas principais ligas de basquete no mundo mediram forças em Indiana. De um lado, Stephen Curry, do Golden State Warriors. Do outro, Sabrina Ionescu, do New York Liberty. Quem levou a melhor foi Curry.

O confronto acontece após o Desafio dos Três Pontos e antes do Torneio de Enterradas do NBA All-Star Weekend, tradicional evento que reúne as principais estrela do basquete americano para um fim de semana de muitas festividades. Curry, considerado um dos maiores arremessadores de todos os tempos, participou do inédito evento com a colega, que tem a maior marca na competição considerando homens e mulheres.

Além do evidente entretenimento e respeito entre as partes, a disputa também contou com benefícios a causas sociais. Foram doados valores para a Fundação NBA a cada arremesso certo por ambos. "Muito feliz por estar jogando por algo muito maior que nós mesmos", disse Sabrina.

As regras foram as seguintes: cada um teve 1 minuto e 10 segundos para arremessar 27 bolas. Foram 4 estações, com 4 bolas comuns (que vale 1 ponto) e 1 moneyball (que vale 2 pontos). A 5ª estação é composta apenas por moneyballs. O(a) jogador(a) pôde selecionar qual estação seria a premiada apenas com bolas de pontos duplos. Os dois arremessaram da mesma distância. Curry usou bolas da NBA, enquanto Sabrina usou bolas da WNBA.

Logo no aquecimento, ficou evidente que a disputa seria acirrada. Os dois foram praticamente perfeitos. Sabrina deu início ao torneio e começou muito bem, mas acabou tendo alguns erros seguidos, especialmente na 4ª estação. Terminou com 26 pontos.

Então, foi a vez de Curry. O astro do Golden State Warriors optou por deixar as moneyballs na última estação, local onde ele é certeiro. Mesmo disputando com uma mulher, ele não deixou barato. Fez 29 pontos e foi aplaudido pela torcida e pela adversária. O clima foi de festa e quem ganhou foram os fãs de basquete.

A NOITE CONTINUA

Antes mesmo de Curry e Ionescu entrarem em quadra aconteceu o famoso Desafio de Habilidades, que contou com três equipes. O time da "primeira escolha" teve: Paolo Banchero (Orlando Magic), Anthony Edwards (Minnesota Timberwolves) e Victor Wembanyama (San Antonio Spurs). Já a equipe All Stars contou com: Scottie Barnes (Toronto Raptors), Tyrese Maxey (Philadelphia 76ers) e Trae Young (Atlanta Hawks), mas quem brilhou foi o time da casa, o trio formado por integrantes do Indiana Pacers: Tyrese Haliburton, Benedict Mathurine Myles Turner.

Comandado por Halliburton, eles venceram os dois primeiros desafios, que testavam condução, dribles, passes e arremessos dos atletas. Em uma enterrada, inclusive, o amador dos Pacers levantou o público ostentando muita habilidade.

Como a equipe All Stars venceu o terceiro desafio, o que valia o dobro de pontos dos dois primeiros, o campeão foi definido na bola do meio da quadra. Halliburton, mais uma vez, brilhou para os Pacers ao fazer a cesta quase 20s antes do que seus adversários. Com isso, pela terceira vez na história, o time da casa conquistou o Desafio de Habilidades. Isso já havia ocorrido com o Utah Jazz no ano passado, e com o Cleveland Cavaliers há dois anos.

Na sequência, ocorreu o Desafio dos 3 pontos, com Damian Lillard, do Milwaukee Bucks, sendo campeão na última bola. Após uma disputa apertada na fase final com Karl-Anthony Towns Jr., do Minnesota Timberwolves, e Trae Young, do Atlanta Hawks, Lillard chegou na última estação precisando acertar ao menos um arremesso para ser bicampeão. Ele errou, talvez até propositalmente, os quatro primeiros e foi levantar a taça na última bola, levantando o público presente no ginásio.

Por fim, o ala-armador do Osceola Magic, da G League, Mac McClung, conquistou o bicampeonato do Torneio de Enterradas ao superar Jaime Jaquez Jr., do Miami Heat, Jacob Toppin, do New York Knicks, e Jaylen Brown, do Boston Celtics. Ele se tornou o sétimo atleta da história a vencer duas vezes o desafio.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: