X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Criciúma vence primeira em casa e Botafogo pode deixar o G-4 do Brasileirão

Botafogo volta a ser derrotado após cinco jogos e segue com 20 pontos, em terceiro lugar, atrás de Flamengo (21) e Palmeiras (20)


Imagem ilustrativa da imagem Criciúma vence primeira em casa e Botafogo pode deixar o G-4 do Brasileirão
Com a vitória, o Criciúma consolida cada vez mais sua reação |  Foto: @criciumaoficial | Reprodução | Instagram

O Botafogo pode ver Flamengo e Palmeiras abrirem vantagem na briga pela liderança e até mesmo sair do G-4. Na tarde deste sábado, foi derrotado pelo Criciúma, por 2 a 1, no Heriberto Hulse, em Criciúma (SC). Barreto abriu o placar para o time catarinense, Lucas Halter empatou, mas Arthur Caíke definiu a vitória. A partida foi válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Botafogo volta a ser derrotado após cinco jogos e segue com 20 pontos, em terceiro lugar, atrás de Flamengo (21) e Palmeiras (20). Os adversários jogam no domingo, assim como Athletico e Bahia, que têm 18 e podem ultrapassar o time carioca.

Com a vitória, o Criciúma consolida cada vez mais sua reação. Há três jogos invicto, o time conquistou o segundo triunfo seguido, chegando a 12 pontos, cada vez mais distante da zona de rebaixamento.

O Botafogo chegou ao ataque logo nos primeiro minutos. Tiquinho Soares saiu bem da marcação dentro da área, mas chutou para fora. Quem abriu o placar foi o Criciúma, aos nove minutos. Ronald Lopes balançou bem na direita e cruzou na cabeça de Barretos, que não desperdiçou.

Efetivo no ataque, o Criciúma chegou a balançar a rede novamente. Barreto roubou a bola na entrada da área, a zaga parou e Matheusinho invadiu a área e chutou forte. Na revisão no VAR, porém, o árbitro viu o puxão de camisa de Barreto em Gregore e anulou o gol.

Na volta para o segundo tempo, o Botafogo conseguiu igualar rapidamente, também aos nove minutos e também de cabeça. Óscar Romero cobrou escanteio na primeira trave e Lucas Halter, mesmo longe do gol, cabeceou forte, encobrindo o goleiro no canto oposto.

A partida seguiu truncada, com poucas chances, mas no final o placar se movimentou novamente. Aos 38, o Criciúma voltou à frente do placar com Arthur Caíke. Após jogada errada do Botafogo no meio-campo, Claudinho recuperou e arrancou em velocidade pela direita. Deu passe cruzado para Arthur Caíke, que chutou por baixo do goleiro.

Ainda deu tempo de mais um gol anulado do Criciúma. Em rápido contra-ataque, Allano foi acionado, carregou e chutou da meia-lua para fazer um golaço. Rapidamente o assistente marcou impedimento, confirmado pelo VAR.

Os dois times voltam a campo no meio de semana para a 12ª rodada. Na quarta-feira, às 19h, o Botafogo recebe o Red Bull Bragantino no Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ). Na quinta-feira, às 20h, é a vez do Criciúma duelar com o São Paulo, no MorumBIS, em São Paulo (SP).

Ficha técnica

Criciúma 2 X 1 Botafogo

CRICIÚMA - Gustavo; Jonathan (Claudinho), Rodrigo, Tobias Figueiredo e Marcelo Hermes; Barreto, Ronald Lopes (Marquinhos Gabriel) e Matheusinho (Fellipe Mateus); Bolasie (Allano), Eder (Arthur Caíke) e Trauco. Técnico: Cláudio Tencati.

BOTAFOGO - John Victor; Mateo Ponte (Damián Suárez), Bastos, Alexander Barboza (Lucas Halter) e Cuiabano (Hugo); Gregore, Tchê Tchê e Óscar Romero; Luiz Henrique (Eduardo), Tiquinho Soares (Diego Hernández) e Júnior Santos. Técnico: Artur Jorge.

GOLS - Barreto, aos nove minutos do primeiro tempo. Lucas Halter, aos nove, e Arthur Caíke, aos 38 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Claudinho e Tobias Figueiredo (Criciúma). Alexander Barboza, Gregore e Óscar Romero (Botafogo).

ÁRBITRO - Luiz Flavio de Oliveira (SP).

RENDA - R$ 792.000,00.

PÚBLICO - 16.256 torcedores.

LOCAL - Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: