X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

CPI da Manipulação de Resultados: saiba composição e primeiros passos

Comissão foi instaurada em Brasília nesta quarta-feira (17) e terá 120 dias para investigar o tema


Imagem ilustrativa da imagem CPI da Manipulação de Resultados: saiba composição e primeiros passos
Comissão Parlamentar de Inquérito, com a finalidade de investigar esquemas de manipulação de resultados em partidas de futebol profissional no Brasil, iniciou seus trabalhos nesta quarta (17). Na foto, Dep. Julio Arcoverde (PP - PI) e Dep. André Figueiredo (PDT - CE) |  Foto: Renato Araújo/Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados instaurou, nesta quarta-feira, a CPI da Manipulação de Resultados para investigar as denúncias feitas pela Operação Penalidade Máxima sobre o esquema de apostas no futebol brasileiro. A ideia partiu do deputado Felipe Carreras (PSB-PE), responsável pelo requerimento, protocolado em março, dias depois de o Ministério Público de Goiás (MP-GO) deflagrar a primeira fase da operação, que investiga apostadores e jogadores envolvidos em esquema de apostas no futebol brasileiro.

Felipe Carreras (PSB-PE) será o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito. Julio Arcoverde (PP-PI) foi eleito para a presidência. A primeira vice-presidência será de André Figueiredo (PDT-CE); e a segunda, de Daniel Agrobom (PL-GO).

"As apostas esportivas atualmente vão além de tentar adivinhar o resultado de uma partida. Elas permitem apostar, por exemplo, qual time de futebol terá mais escanteios em um jogo ou até qual equipe receberá um número específico de cartões amarelos ou vermelhos, e aí que as quadrilhas agem. A falta de regulamentação do setor ainda deixa lacunas que permitem que criminosos, agindo de má-fé, maculem o resultado esportivo", diz Felipe Carreras no requerimento da CPI.

O QUE VEM POR AÍ

A partir de agora, a CPI terá 120 dias para investigar o tema, com convocação de personagens para depor e quebras de sigilo bancário. A investigação policial continua no Ministério Público Segundo a legislação, uma CPI tem poder de investigação próprio de autoridades judiciais. Na prática, ela pode inquirir testemunhas, ouvir suspeitos, prender - somente em caso de flagrante delito -, requisitar informações e documentos, convocar ministros de Estado e quebrar sigilo fiscal, bancário e de dados.

A CPI da Manipulação de Resultados terá 36 integrantes, entre deputados titulares e suplentes. De acordo com Felipe Carreras, a comissão irá apurar e ouvir todos que podem estar relacionados com o caso de apostas. "Vamos ouvir todos os atores, desde quem organiza as competições, até as empresas. Tem casas de apostas idôneas, mas também têm as com suspeição em cima delas", afirma o deputado. Ele diz acreditar que "a credibilidade do futebol brasileiro está em xeque".

Confira a lista de deputados integrantes da CPI:

Titulares:

Adail Filho (REPUBLICANOS-AM)

André Figueiredo (PDT -CE)

Augusto Coutinho (REPUBLICANOS-PE)

Aureo Ribeiro (SOLIDARIEDADE-RJ)

Beto Pereira (PSDB-MS - Federação PSDB-CIDADANIA)

Capitão Alberto Neto (PL-AM)

Célio Silveira (MDB-GO)

Daniel Agrobom (PL-GO)

Daniel Freitas (PL-SC)

Delegado da Cunha (PP-SP)

Felipe Carreras (PSB-PE)

Glauber Braga (PSOL-RJ)

José Rocha (UNIÃO-BA)

Julio Arcoverde (PP-PI)

Luciano Azevedo (PSD-RS)

Luciano Vieira (PL-RJ)

Luisa Canziani (PSD-PR)

Mauricio do Vôlei (PL-MG)

Mersinho Lucena (PP-PB)

Paulinho Freire (UNIÃO-RN)

Paulo Azi (UNIÃO-BA)

Ricardo Ayres (REPUBLICANOS-TO)

Ricardo Silva (PSD-SP)

Saullo Vianna (UNIÃO-AM)

Yury do Paredão (PL-CE)

Suplentes:

Bandeira de Mello (PSB-RJ)

Coronel Ulysses (UNIÃO-AC)

Danilo Forte (UNIÃO-CE)

Delegado Caveira (PL-PA)

Fernando Rodolfo (PL-PE)

Fred Costa (PATRIOTA-MG)

Leur Lomanto Júnior (UNIÃO-BA)

Marcelo Álvaro Antônio (PL-MG)

Prof. Paulo Fernando (REPUBLICANOS-DF)

Samuel Viana (PL-MG)

Wellington Roberto (PL-PB)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: