X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Corinthians pede que juiz seja investigado após supostas ofensas contra o clube


O Corinthians enviou um ofício à CBF na tarde desta sexta-feira pedindo que a instituição investigue denúncias feitas contra o árbitro de vídeo Caio Max Augusto Vieira, que atuou na partida entre o clube paulista e o Vitória na última quinta-feira, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, por supostas manifestações prejudiciais ao time alvinegro.

Nas redes sociais, torcedores corintianos acusam o profissional de ter feito comentários contra o Corinthians em seu canal na Twitch, plataforma de streaming onde Max Augusto Vieira transmite partidas do jogo EA FC, o antigo FIFA.

O perfil "juizfifaplayer", que foi vinculado ao árbitro, fez um comentário em uma transmissão após ser questionado se já havia prejudicado o Corinthians. "Claro", afirmou o perfil, complementando que o "timão tem que se f...". O perfil na Twitch foi deletado após a polêmica viralizar. Em resposta aos seus seguidores, Max Augusto Vieira negou que o perfil fosse seu.

Em nota, o clube paulista ainda pediu que o profissional não apite mais partidas da equipe alvinegra: "O pedido solicita em caráter preventivo, que a entidade máxima do futebol brasileiro não escale mais o profissional em nenhuma partida da equipe", afirmou o clube.

As acusações contra o árbitro surgiram após os áudios da cabine do VAR da partida entre Corinthians e Vitória serem divulgados. Em determinado momento do jogo, Max Augusto Vieira sugere a expulsão do atacante Yuri Alberto após uma falta em um jogador rival, dizendo que o atleta usou "força excessiva" no lance. O juiz de campo Gustavo Ervino Bauermann, no entanto, discordou da recomendação e aplicou somente o cartão amarelo.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: