X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Corinthians ganha, vira vice-líder e tem boa impressão de trio de ataque

A vitória reaproxima o Corinthians da briga pela liderança. O Timão agora tem 32 pontos no campeonato

Agência Folhapress | 21/07/2022 09:59 h

Willian tenta passar pela marcação
Willian tenta passar pela marcação |  Foto: Rodrigo Coca / Ag. Corinthians
 

O Corinthians pode não ter sido perfeito, mas deixou boas impressões ao vencer o Coritiba por 3 a 1 na noite desta quarta-feira (20), na Neo Química Arena, pela 18ª rodada do Brasileirão. Róger Guedes, Adson e Raul Gustavo marcaram os gols da vitória; e Luciano Castán diminuiu.

A vitória reaproxima o Corinthians da briga pela liderança: agora tem 32 pontos e só um atrás do rival Palmeiras, que joga nesta quinta contra o América-MG. O Alvinegro volta a campo no domingo (24), quando visita o Atlético-MG por este mesmo Brasileirão. Já o Coritiba tem 19 pontos, pode entrar na zona de rebaixamento até o final da rodada e na segunda-feira (25) pega o Cuiabá.

O JOGO DO CORINTHIANS

O Alvinegro foi para campo cheio de novidades: Cássio, Maycon e Willian voltaram após lesões, e Yuri Alberto fez sua estreia no comando de ataque. Contra o pior visitante do Brasileirão, o time cumpriu a promessa de Vítor Pereira e teve mais posse de bola e intenção de atacar. O trio da frente deixou boa impressão, mas a equipe cedeu contra-ataques, foi mal na bola aérea e tomou sustos demais mesmo com um tripé de volantes.

CORITIBA SE FECHA

Apesar da prioridade à defesa, o Coritiba foi mais perigoso na primeira meia hora de jogo e perdeu gols incríveis em ataques rápidos: primeiro Alef Manga foi egoísta em um contra-ataque, depois Régis desperdiçou mais duas chances claras.

TIMÃO NA FRENTE

Querendo mais jogo, o Alvinegro ficou mais com a bola e foi apertando o Coritiba. Não chegou a ser uma pressão avassaladora, mas ficou nítido que este trio de ataque pode dar bastante trabalho. Aos 26 minutos, Willian teve grande chance de frente para o gol, mas parou em Alex Muralha. Aos 35, Yuri Alberto dividiu dentro da área, cruzou, e Róger Guedes abriu o placar após erro da defesa adversária.

O time visitante poderia ter empatado o jogo quando teve dois atacantes contra só um zagueiro em contra-ataque, mas Cássio fez defesa salvadora. No lance seguinte, porém, o Coritiba ganhou duas disputas aéreas dentro da área corintiana para empatar com Luciano Castán. Depois de tantos erros defensivos do Corinthians, o Coxa finalmente aproveitou.

O empate estagnou o Corinthians, que só criou uma chance em dez minutos (boa defesa de Muralha após chute de Guedes) e só mudou de postura com as substituições. Gustavo Mosquito e Adson deram velocidade nas pontas e foram fundamentais para garantir a vitória. Mosquito cruzou as duas bolas que terminaram em gols: o primeiro feito por Adson após briga dentro da área, e o segundo feito por Raul Gustavo.

Recuperado de dores na região lombar, Cássio voltou a jogar e teve uma noite especial. Fez o 602º jogo com a camisa do Corinthians e assim igualou Ronaldo Giovanelli na lista dos jogadores que mais vezes defenderam o clube. Fez duas ótimas defesas no segundo tempo e não teve o que fazer no cabeceio de Luciano Castán que terminou em gol. O camisa 12 pode se tornar o segundo do ranking nas próximas semanas se ultrapassar Luizinho, o "Pequeno Polegar" (606 jogos).

CORINTHIANS

Cássio; Rafael Ramos (Fagner), Gil, Raul Gustavo e Lucas Piton; Roni, Cantillo e Maycon (Du Queiroz); Willian (Giuliano), Róger Guedes (Gustavo Mosquito) e Yuri Alberto. T.: Filipe Almeida (auxiliar)

CORITIBA

Alex Muralha; Natanael (Nathan Mendes), Guillermo, Luciano Castán e Egídio; Willian Farias (Bernardo), Val (Thonny Anderson), Régis (Adrián Martínez) e Igor Paixão; Alef Manga (Robinho) e Léo Gamalho. T.: Gustavo Morínigo

Estádio: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ)

VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Público: 40.136 presentes (39.852 pagantes)

Renda: R$ 2.535.409,50

Cartões Amarelos: Rafael Ramos (Corinthians); Adrián Martínez (Coritiba)

Gols: Róger Guedes, aos 35min do primeiro tempo, Adson, aos 21min, e Raul Gustavo, aos 40min do segundo tempo (Corinthians); Luciano Castán, aos 9min do segundo tempo (Coritiba)

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS