X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Copa do Mundo Feminina 2023

Holanda vence África do Sul e enfrenta Espanha nas quartas de final

A Holanda é a atual vice-campeã e uma das favoritas ao título mundial


Imagem ilustrativa da imagem Holanda vence África do Sul e enfrenta Espanha nas quartas de final
Beerensteyn fez o segundo gol da Holanda e fechou o placar |  Foto: Reprodução Twitter @fifaworldcup_pt

As disputas para as vagas das quartas de final da Copa do Mundo Feminina seguem acirradas. Desta vez, a vitória foi na madrugada deste domingo (6) da seleção holandesa por 2 a 0 contra a África do Sul, no Allianz Stadium, em Sydney.

As seleções se enfrentaram três vezes e a Holanda ganhou todas. Na fase de grupos, todas as três seleções africanas conseguiram classificação, o que é algo inédito: essa é a segunda participação da África do Sul e a primeira vez que o time alcança a fase eliminatória. A classificação veio de forma dramática com um gol nos instantes finais sobre a Itália, resultando na vitória africana por 3 a 2.

Leia mais notícias da Copa do Mundo Feminina aqui

Já a Holanda é a atual vice-campeã e uma das favoritas ao título mundial. As seleções holandesas feminina e masculina são temidas nos Mundiais, o que é justificável. A Laranja Mecânica ficou em primeiro em um grupo com os Estados Unidos, seleção considerada a maior favorita ao título e que ganhou da própria Holanda na final de 2019.

O primeiro gol holandês não demorou para acontecer: aos 9 minutos do primeiro tempo, a meia campista Jill Roord aproveita o espaço deixado pela zaga e cabeceia com êxito. Com 30 minutos de primeiro tempo, além do gol sofrido, a África do Sul se vê obrigada a fazer uma substituição quando Jermaine Seoposenwe se machuca dentro do campo defensivo.

No lugar da meia campista africana entra a atacante Wendy Shongwe -uma tentativa de tornar a equipe mais agressiva, mas mais um baque estremece a fortaleza africana. A zagueira Bambanani Mbane sente o tornozelo e também precisa ser substituída. Mesmo com as mudanças não planejadas, a equipe africana conseguiu uma finalização, mas a goleira D. van Domselaar fechou o gol.

A Holanda aumentou vantagem aos 23 minutos do segundo tempo. Lineth Beerensteyn aproveitou a assistência da ponta-esquerda Lieke Matens e ainda contou com a grande falha da goleira africana Kaylin Swart.

Apesar da rapidez e agressividade da atacante Thembi Kgatlana e um gol anulado aos 12 minutos do segundo tempo, a Laranja Mecânica manteve o controle durante boa parte do jogo, gerando uma África do Sul com pouca organização e jogadas desesperadas. Em 2019, a África do Sul perdeu os três jogos da fase de grupos e dessa vez chegou longe, mas infelizmente não deu: a equipe também não contava com Van Domselaar e sua defesa impenetrável.

Com a África do Sul indo para casa, a seleção holandesa se prepara para enfrentar a favorita Espanha, que venceu a Suíça por 5 a 0 na madrugada desse sábado (5).

HOLANDA

Van Domselaar; Spitse, Van der Gragt e Janssen; Pelova (Wilms), Groenen, Brugts (Casparij), Roord (Snoeijs) e Van de Donk (Egurrola); Beerensteyn e Martens (Baijings). Técnico: Andries Jonker

ÁFRICA DO SUL

Swart; Ramalepe, Mbane (Makhubela), Matlou e Dhlamini; Magaia (Cesane), Gamede e Motlhalo (Kgadiete); Biyana, Seoposenwe (Shongwe) e Kgatlana. Técnica: Desiree Ellis

Estádio: Sydney Football Stadium, em Sydney (Austrália)

Público: 40.233

Árbitra: Yoshimi Yamashita (JAP)

Auxiliares: Makoto Bonozo e Noaomi Teshirogi (ambas do Japão)

Cartões amarelos: Van de Donk (Holanda)

Gols: Roord (HOL), aos 9 minutos do primeiro tempo; Beerensteyn (HOL), aos 22 minutos do segundo tempo

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: