X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Copa do Mundo Feminina 2023

França supera susto, goleia Panamá e avança em primeiro no grupo F

As francesas agora aguardam por Colômbia ou Alemanha nas oitavas de final



Imagem ilustrativa da imagem França supera susto, goleia Panamá e avança em primeiro no grupo F
Diani marcou três dos seis gols da França |  Foto: Reprodução Twitter @fifaworldcup_pt

Depois de sair perdendo logo no segundo minuto, a França se impôs e goleou o Panamá por 6 a 3 para garantir a vaga nas oitavas de final e a primeira colocação do Grupo F. O jogo foi no Allianz Stadium, em Sydney, na Austrália.

Diani foi o grande destaque da partida, com três gols; Lakrar, Le Garrec e Bècho também marcaram para as francesas, enquanto Marta Cox, Pinzón e Lineth Cedeño anotaram os tentos panamenhos.

Leia mais notícias da Copa do Mundo Feminina aqui

Com o triunfo, as francesas chegaram a sete pontos no Grupo F, garantindo a vaga nas oitavas de final e a primeira colocação. Agora, a França enfrenta o segundo colocado do Grupo H, que será definido nesta quinta-feira (3).

As panamenhas entraram em campo eliminadas e deixaram a Copa sem pontuar, na lanterna do grupo. A Jamaica, em segundo lugar, com cinco pontos, e o Brasil, em terceiro, com quatro, completaram a chave

CURIOSIDADES

O gol de Marta Cox, marcado com menos de dois minutos de jogo, foi o mais rápido da Copa Feminina. Além disso, foi o primeiro tento de falta anotado no torneio.

Além de entrar nos arquivos da Copa, o gol de Cox está na história da seleção panamenha: foi o primeiro do Panamá em um Mundial.

COMO FOI O JOGO

Susto inicial não abala francesas. O Panamá abriu o placar com um golaço a um minuto e meio de jogo. No entanto, a França, não se abalou e se impôs na partida mesmo com o placar adverso e várias reservas em campo (Renard, Le Sommer, Toletti e Karchaoui foram poupadas, por exemplo). Aos poucos, as chances criadas aumentaram e foram aproveitadas, com uma goleada construída antes do intervalo.

França desacelera e Panamá aproveita. Com o resultado praticamente definido, a França pisou no freio desde o início do segundo tempo. Leve, o Panamá cresceu em campo, e conseguiu chegar com perigo e marcar mais duas vezes. Mesmo sem forçar, a França também fez mais dois.

PANAMÁ

Bailey; Jaén, Natis (Espinosa), Pinzón e Baltrip-Reyes; Salazar (L. Cedeño), Cedeño (González), Montenegro (Hernández) e Cox; Quintero e Tanner (Mills). Técnica: Ignacio Quintana.

FRANÇA

Peyraud-Magnin; Périsset, Lakrar, De Almeida e Cascarino; Le Garrec, Geyoro (Majri), Bacha (Asseyi) e Mateo; Diani (Fazer) e Bècho. Técnico: Hervé Renard

Estádio: Allianz Stadium, em Sydney (Austrália)

Público: 40.498

Árbitra: Laura Fortunato (Argentina)

Assistentes: Mariana de Almeida (Argentina) e Daiana Milone (Argentina)

Cartões amarelos: Pinzón (PAN)

Gols: Marta Cox (PAN), aos 2', Lakrar (FRA), aos 19', Diani (FRA), aos 28' e 37', e Le Garrec (FRA), aos 50 minutos do primeiro tempo; Diani (FRA), aos 7', Pinzón (PAN, aos 18', Lineth Cedeño (PAN), aos 43', e Bècho (FRA), aos 54 minutos do segundo tempo.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: