X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Conmebol suspende auxiliares brasileiros que usaram coletes como bandeirinha

A dupla esqueceu as bandeiras no hotel em que estavam hospedados

Agência Estado | 28/01/2022 21:48 h

Fabrício Vilarinho e Rodrigo Corrêa, auxiliares de Anderson Daronco no jogo das Eliminatórias entre Chile e Argentina, quinta-feira (27), foram suspensos pela Conmebol e ficarão quatro meses impedidos de trabalhar em jogos organizados pela entidade após improvisarem as bandeirinhas.

A dupla esqueceu as bandeiras no hotel em que estavam hospedados no Chile e apelaram por coletes amarelos amarrados nas hastes. A manobra não foi bem vista pela entidade, que nesta sexta-feira anunciou a penalidade.

Em documento enviado à dupla, a Conmebol anunciou a decisão da Comissão de Arbitragem após avaliação sobre o desempenho em Chile x Brasil. Não viram falhas técnicas, mas não deixaram o improviso passar em branco. Em dia de arbitragem ilesa, um esquecimento custou caro.

"Os árbitros assistentes Sres. Fabrício Vilarinho e Rodrigo Corrêa, designados para a partida citada, não cumpriram as funções determinadas ao não levarem os implementos básicos para completar suas bandeiras, colocando em risco o desenrolar da partida", traz parte do documento.

"Em consequência, a Comissão de Árbitros da Conmebol resolveu suspender os árbitros assistentes Sres. Fabrício Vilarinho e Rodrigo Corrêa por quatro meses de suas funções em competições organizadas pela Conmebol", anunciou.

A dupla conseguiu amarrar bem os coletes nas hastes e conseguiu evitar acidentes no decorrer do jogo. Contudo, a cena pastelão não passou despercebida e eles estão fora das Eliminatórias, da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana até o fim de maio.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS