X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Com Alex Teixeira relacionado, Vasco enfrenta Chapecoense em São Januário

Vitória contra o CRB aliviou pressão sobre o elenco

Agência Folhapress | 30/07/2022 11:25 h

Alex Teixeira vai entrar em campo pela primeira vez com a camisa do Vasco na volta ao clube
Alex Teixeira vai entrar em campo pela primeira vez com a camisa do Vasco na volta ao clube |  Foto: Daniel RAMALHO/CRVG
 

Entre os festejos pela goleada sobre o CRB, pela Série B do Brasileiro, na noite desta quinta-feira (28), a torcida do Vasco gritou "fica, Emílio", para o interino Emílio Faro. A atuação e a vitória aliviaram a pressão em um elenco que não vencia há três partidas e dão um breve lastro a uma diretoria que ainda analisa o mercado em uma busca de um novo treinador.

O time cruzmaltino se prepara para entrar em campo novamente neste domingo (31), contra a Chapecoense, em São Januário, no Rio de Janeiro, pela 22ª rodada. O time será novamente comandado pelo auxiliar, e terá como novidade o atacante Alex Teixeira, que fará sua estreia após ter sido regularizado durante a semana.

Internamente, em oportunidade anterior, Faro não demonstrou intenção em ser efetivado. Em entrevista coletiva nesta quinta, após a partida, desconversou sobre uma possível permanência.

"É uma situação muito voltada para o melhor do Vasco. Sei que eu vou estar dentro do contexto para fazer aquilo que me for solicitado. Não vai faltar esforço para ajudar o Vasco no acesso à Série A. Em que contexto? Não sei", disse.

O fato é que o rito da SAF está avançando no clube cruzmaltino e a concretização do acordo com a 777 Partners se aproxima, o que faz o momento atual ganhar ares de transição.

Após a saída de Zé Ricardo, que aceitou proposta do Shimizu S-Pulse, do Japão, a cúpula se viu na encruzilhada de não poder oferecer um acordo muito longo devido aos trâmites para a SAF e ter de fazer um investimento dentro da realidade financeira do clube, mas a passagem de Maurício Souza, que teve a primeira experiência no profissional, não se tornou positiva.

Até aqui, Emílio Faro esteve à frente do time em três oportunidades, contra Náutico, Cruzeiro e CRB, obtendo 100% de aproveitamento.

Após o duelo com o CRB, Andrey fez elogios a Emílio e admitiu que, sob o comando de Mauricinho, a equipe havia se afastado um pouco do DNA desenhado no início da competição.

"O Emílio não tem o que dizer dele. Baita profissional. Não só no profissional, ele é um amigo, está próximo da gente, nos apoiando, dando incentivo. Não tenho o que dizer. O mais importante é estarmos focados dentro de campo. O que eu sei é que Emílio estando à frente ou outro chegando, nosso objetivo continua o mesmo. É continuar focado e trabalhar cada vez mais em busca do acesso", apontou.

"Infelizmente, com o Mauricio, perdemos um pouquinho desse DNA da competição. O Mauricio mesmo já vinha cobrando, mas, infelizmente, as coisas não estavam dando certo. Graças a Deus, hoje deu tudo certo e voltamos a ser aquele Vasco que compete e se entrega", completou.

No atual momento, dois nomes despontam como favoritos: Guto Ferreira e Odair Hellmann. A 777 Partners, que está próxima de assumir a SAF do clube, tem sido consultada e dado sua opinião, mas a decisão final será dos atuais dirigentes cruzmaltinos.

Ex-Internacional e Fluminense, Odair estava no Al Wasl, dos Emirados Árabes, onde se desligou há cerca de um mês. O treinador é visto como o perfil ideal para comandar o elenco vascaíno e também foi bem avaliado por Paulo Bracks, que tem sido uma espécie de consultor da 777.

Guto Ferreira, que estava no Bahia, é visto como um "plano B" e, ao seu favor, conta o fato de estar disposto a assumir esta missão. Ele já havia sido especulado anteriormente no clube.

No confronto contra a equipe de Maceió, a base acabou mostrando força em um momento importante. Andrey foi autor de dois gols e Eguinaldo, destaque do sub-20, balançou a rede pela primeira vez no elenco principal. Marlon, que entrou no segundo tempo, também foi lembrado por Emílio Faro:

"O Vasco sempre foi uma potência na base. Podemos enumerar e vai faltar página no livro. Estamos com uma leva que já vinha atuando no profissional e agora incorporamos o Marlon e o Eguinaldo. Com certeza a torcida vai ter muita alegria com esses atletas".

Além de Alex Teixeira, o Vasco deve contar com Zé Gabriel entre os relacionados, após cumprir suspensão na última rodada. Portanto, uma possível escalação inicial do time cruzmaltino tem: Thiago Rodrigues; Léo Matos (Gabriel Dias) e Quintero; Anderson Conceição e Edimar; Yuri Lara; Andrey dos Santos e Nenê; Figueiredo, Raniel e Alex Teixeira (Gabriel Pec).

A Chapecoense, por sua vez, não poderá contar com o volante Marcelo Santos, que sofreu uma lesão muscular na coxa direita. Ele se junta a Betinho, Marcelo Freitas, Derek, Pablo Oliveira, Frazan e Orejuela no departamento médico. Uma possível escalação do técnico Marcelo Cabo tem: Saulo; Ronei, Léo, Victor Ramos e Fernando; Maílton, Luizinho, Matheus Bianqui e Felipe Ferreira; Chrystian e Perotti.

Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Horário: Às 16h (de Brasília) deste domingo (31)

Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)

VAR: Vinicius Furlan (SP)

Transmissão: TV Globo, SporTV e Premiere

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS