X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Chapecoense vence o Náutico nos Aflitos com gol nos acréscimos pela Série B

O gol da vitória foi marcado por Xandão, aos 46 minutos do segundo tempo

Agência Estadão | 17/07/2022 19:04 h

A Chapecoense conquistou uma vitória importante nesta tarde de domingo. O time Da região oeste catarinense foi ao Recife (PE), no Estádio dos Aflitos e derrotou o Náutico, por 2 a 1, de virada. O gol da vitória foi marcado por Xandão, aos 46 minutos do segundo tempo.

-
- |  Foto: Tiago Caldas/CNC
  

O resultado coloca a Chapecoense na 13ª colocação do Campeonato Brasileiro da Série B com 21 pontos e de quebra, consolida a melhor campanha fora de casa com quatro vitórias. O Náutico caiu para a 18ª posição com 18 pontos na zona de rebaixamento. O tropeço gerou um clima de insatisfação entre os torcedores da casa que pediram a saída do técnico Roberto Fernandes.

Os dois times entraram em campo sob forte pressão, porque estavam dentro da zona de rebaixamento. A Chapecoense, por exemplo, estreava o técnico Marcelo Cabo, substituto de Gilson Kleina, demitido após duas derrotas consecutivas e com o time integrando a zona de queda à Série C.

Do lado pernambucano a pressão era forte pela derrota para o Grêmio na última rodada, 2 a 0, fato que também colocou o time entre os quatro últimos colocados. Diante deste retrospecto difícil, o jogo teve um início mais nervoso. Por jogar em casa, com apoio da torcida, o Náutico contava com um volume maior. A Chapecoense tentava se defender e explorar os contragolpes. Mas quem assustou foi mesmo o time da casa em duas boas oportunidades com João Lucas. Os catarinenses também tiveram chances. Uma delas com Betinho que não conseguiu mandar para a rede.

Aos 35 minutos, a polêmica da primeira etapa. O árbitro marcou mão na bola de João Lucas. Pênalti para Chapecoense. Quando Perotti se preparava para cobrar o VAR chamou o árbitro que voltou atrás na marcação.

O segundo tempo começou em um ritmo alucinante. Um minuto de jogo e o Náutico abriu o placar. Jean Carlos chutou da entrada da área e no rebote do goleiro Geuvânio mandou para a rede, Náutico 1 a 0. Em desvantagem a Chapecoense foi ao ataque e aos 27 minutos, o zagueiro Léo aproveitou a sobra e desviou para deixar tudo igual, 1 a 1.

Após o empate o jogo permaneceu equilibrado, no entanto aos 41 minutos Kieza perdeu um gol em cima da linha. O zagueiro Kevin conseguiu tirar a bola e impediu o gol da vitória pernambucana. A resposta do time alviverde veio em seguida. Xandão, de cabeça, aos 46 minutos, fez o gol da virada da Chapecoense, 2 a 1.

O Náutico volta a jogar na próxima quarta-feira, contra a Ponte Preta, em Campinas (SP). A Chapecoense recebe o Guarani na Arena Condá, também na quarta-feira. Estes jogos são válidos pela 19ª rodada, a última do primeiro turno.

NÁUTICO 1 X 2 CHAPECOENSE

GOLS - Geuvânio, a 1; Léo, aos 27 E Xandão, aos 46 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Dênis da Silva Ribeiro Serafim.

CARTÕES AMARELOS - Betinho, Léo (Chapecoense).

RENDA - R$ 136.820,00.

PÚBLICO - 8.098 total.

LOCAL - Estádio dos Aflitos, Recife (PE).

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS