X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Capixaba de ferro: restam poucas vagas para segunda etapa

| 24/08/2021 17:20 h

Durante a entrega dos troféus nesta segunda-feira (23) na praia de Bacutia, em Guarapari, a organização da maior prova de triatlo do Espírito Santo, o Desafio Realcafé Capixaba de Ferro, anunciou que restam poucas vagas para a próxima etapa que será realizada em outubro.

Das 500 vagas disponíveis, um pouco mais de 400 já foram preenchidas, e mais uma vez com atletas de quase todos os estados brasileiros e até de fora do País.

“O desafio já foi consagrado como uma competição de alto nível. O Capixaba de Ferro é realizado duas vezes por ano, em março e agosto, mas devido a pandemia, o de março ficou para outubro este ano. Já são mais de 400 inscritos, e são 500 vagas”, destacou o organizador Roberto Vieira.

O mineiro Felipe Dayrell comemora o tricampeonato na categoria full
O mineiro Felipe Dayrell comemora o tricampeonato na categoria full |  Foto: Roberta Bourguignon
Com o apoio da Rede Tribuna confirmado para mais uma etapa, o gerente comercial do grupo, Ricardo Langra, comemora o crescimento da competição.

“É um evento nacionalmente conhecido, está no calendário do triatlo brasileiro, e acredito que este ano foi a maior competição de triatlo do País, já que estamos saindo de um período de pandemia e muitos eventos não foram realizados. Começamos uma parceria de ouro com eles, angariamos patrocinadores e a Rede Tribuna veio para divulgar esse evento de forma positiva porque esporte é tudo. E que venha o próximo no dia 24 de outubro, porque nossa parceria é de longa data”, salientou Langra.

Tricampeão do desafio de longa distância, a categoria full, o mineiro Felipe Dayrell, de 42 anos, se consagrou como um dos maiores competidores da prova.

“É minha quarta participação, e terceira vitória. Fui campeão em 2018, 2019, em 2020 cheguei em quarto lugar, e esse ano ganhei novamente, me tornando tricampeão no desafio. Participo de campeonatos de longa distância há alguns anos, e a preparação é a parte mais difícil. Digo que fazer a prova é cumprir o que você treinou”, frisou para ainda completar:

“O desafio físico e mental é enorme, e só entende a realização quem completa a prova. Completar em primeiro mais um ano é de uma felicidade imensa”.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS