X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Boxeadora Beatriz Ferreira vai disputar título mundial profissional antes da Olimpíada de Paris


A boxeadora Beatriz Ferreira poderá realizar dois feitos inéditos em 2024. Ser campeã mundial profissional e ganhar a medalha de ouro olímpica. Nesta segunda-feira, a empresa britânica Matchroom, que cuida da carreira da brasileira, anunciou sua próxima luta, dia 27 de abril, em Liverpool, na Inglaterra, diante da argentina Yanina del Carmen Lescano pelo título dos pesos leves (61,235 quilos/ 135 libras) da Federação Internacional de Boxe (FIB).

Beatriz, de 31 anos, soma apenas quatro lutas no boxe profissional, com dois triunfos por nocaute. Mas seu desempenho foi elogiado por técnicos, lutadoras e jornalistas especializados, o que a levaram para a condição de poder disputar o cinturão, que foi abdicado pela estrela irlandesa Katie Taylor.

Bia, que tem o apelido de "A Besta", se destaca pela velocidade, variedade de golpes e grande ritmo durante todos os rounds dos combates.

O planejamento inicial da boxeadora e de Mateus Alves, seu treinador, era disputar o título mundial somente após a Olimpíada de Paris, mas a oportunidade de se tornar campeã mudou os planos.

No boxe olímpico, Bia soma 101 vitórias (17 nocautes) e apenas nove derrotas. A brasileira é bicampeã mundial, foi medalha de prata na Olimpíada de Tóquio e soma mais de 30 pódios consecutivos em competições internacionais.

Lescano, sua adversária na disputa do título mundial, tem 28 anos e soma 17 lutas, com 14 vitórias (quatro nocautes) e três derrotas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: