X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Botafogo sai na frente, leva empate do Ceará e volta a tropeçar como mandante

Os gols foram marcados por Victor Cuesta, do Botafogo, e Stiven Mendoza, do Ceará

Agência Estadão | 06/08/2022 19:04 h

-
- |  Foto: Reprodução/Instagram Botafogo
  

O Botafogo mais uma vez decepcionou jogando diante de sua torcida no estádio Nilton Santos. O time carioca ficou no empate por 1 a 1 com o Ceará neste sábado pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro e deixou o campo sob vaias de sua torcida. O resultado é ruim para as duas equipes, que seguem na metade de baixo da tabela neste início de segundo turno.

Botafogo e Ceará iniciaram a rodada empatados em pontos e continuam assim, agora com 25 cada um, distribuídos respectivamente na 12ª e 14º posição. O time de Luís Castro pontuou mais como visitante do que como mandante no primeiro turno e segue tropeçando em casa. Ao todo, o time venceu apenas um dos seus últimos seis jogos no Brasileirão. O Ceará também vive fase complicada e chega a três jogos sem vencer no campeonato.

O primeiro tempo da partida teve postura conservadora das duas equipes, mas não passou em branco. Aos 9 minutos, com uma máscara de proteção, Víctor Cuesta se lançou para a bola e conseguiu um pequeno desvio para abrir o placar para o Botafogo.

O time cearense teve mais a bola, mas com pouca objetividade. O melhor momento do Ceará foi aos 33 minutos. Após um cruzamento de John Vázquez, Mendoza conseguiu resvalar na bola de cabeça e Guilherme Castilho finalizou torto para fora, perdendo grande oportunidade.

O Ceará começou o segundo tempo mais ofensivo e conseguiu rapidamente o empate. O time cearense conseguiu escanteio logo no recomeço do jogo. A cobrança fechada teve desvio de um defensor do Botafogo e foi na direção de Stiven Mendoza, que cabeceou na pequena área para fazer 1 a 1, aos 3 minutos. Cléber, que havia entrado no intervalo, se lesionou após uma disputa e pediu para deixar o jogo com menos de dois minutos em campo.

O Ceará foi para cima em busca da virada e Gatito Fernández precisou fazer boa defesa em chute de Lima. Na resposta, Jeffinho fez linda jogada individual e bateu para fora. A etapa final se manteve mais agitada. Outra boa chegada foi em cobrança de falta de Castilho, defendida por Gativo.

O jogo voltou a cair de ritmo e os dois técnicos apostaram em substituições. Fernando Sobral, um dos jogadores a entrar no Ceará, teve chance clara na área do Botafogo ao receber lançamento, mas finalizou mal, por cima do gol. O Ceará foi em busca da virada na reta final do confronto e criou ótimas chances, mas não aproveitou. Em contra-ataque, Mendoza saiu cara a cara com Gatito, mas bateu para fora.

O Botafogo volta a jogar no próximo sábado pelo Brasileirão. O alvinegro carioca enfrentará o Atlético Goianiense, às 21h, novamente no estádio Nilton Santos. Já o Ceará entra em campo na próxima quarta-feira contra o São Paulo pela Copa Sul-Americana para tentar reverter a derrota por 1 a 0 no jogo de ida das quartas de final. No domingo, 14, o clube de Marquinhos Santos faz clássico contra o Fortaleza pelo Campeonato Brasileiro.

BOTAFOGO 1 X 1 CEARÁ

GOLS - Víctor Cuesta, aos 9 minutos do primeiro tempo. Stiven Mendoza, aos 3 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Raphael Claus (SP).

CARTÕES AMARELOS - Lucas Fernandes, Jeffinho e Renzo Saravia (Botafogo); Luiz Otávio, Zé Roberto, Messias e Michel Macedo (Ceará).

PÚBLICO - 19.732 pagantes (21.657 no total)

RENDA - R$ 578,9 mil

LOCAL - Estádio Nilton Santos, em Rio de Janeiro (RJ).

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS