X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Bernardo Silva decide contra o Chelsea e Manchester City vai à final da Copa da Inglaterra


Manchester City e Chelsea se enfrentaram neste sábado pela semifinal da Copa da Inglaterra e o time do norte da Inglaterra saiu com uma suada vitória. Numa espécie de redenção após ter perdido o pênalti que contribuiu para a eliminação na Liga dos Campeões, Bernardo Silva marcou o único gol do jogo, o suficiente para garantir a vitória e colocar o City na final da competição. Agora o time azul de Manchester enfrenta no dia 25 de maio quem levar a melhor entre Coventry City e Manchester United, que duelam na outra semifinal, neste domingo.

O primeiro tempo foi de movimentação intensa e os dois times aceleraram as trocas de passes e souberam cadenciar o jogo. O Chelsea apostava na velocidade de Nicolas Jackson e Madueke pela direita, enquanto o artilheiro Palmer buscava escapar da forte marcação. Do outro lado, Grealish, De Bruyne e Foden articulavam o ataque do City, que levava mais perigo e pressionava a saída de bola do Chelsea. Erling Haaland foi o principal desfalque do City. O artilheiro norueguês deixou o jogo contra o Real Madrid pela Liga dos Campeões com um problema muscular.

O brasileiro Thiago Silva começou como titular e teve trabalho na primeira metade, conseguindo cortar duas bolas recuadas perigosamente pela própria defesa do seu time. Na melhor chance do jogo, Enzo Fernández lançou Nicolas Jackson, que saiu sozinho de frente para o gol e cortou para o lado, mas ficou sem ângulo e errou a tentativa de passe. Palmer ainda tentou um toque dentro da área depois de um corte seco em Rodri, mas bateu sem muita força e Ortega defendeu. Nenhum time mostrou poder de finalização e a primeira etapa terminou 0 a 0.

Na volta do intervalo, o Chelsea voltou mais ligado. Nicolas Jackson conseguiu perder duas chances claras no mesmo lance, aos 5 minutos. Primeiro, ele recebeu na esquerda, levou para o meio tirando do zagueiro e ficando livre pra finalizar, mas bateu colocado e Ortega fez a defesa. Na sequência, Palmer pegou a sobra e cruzou para Jackson, livre na área, cabecear fraco em cima do goleiro. E o castigo quase veio em seguida: em descida rápida pela direita, Grealish recebeu e finalizou de fora da área, obrigando Petrovic a fazer ótima defesa.

O goleiro do Chelsea voltou a aparecer aos 24 minutos ao fazer ótima defesa com o pé em chute cruzado de Doku. Mas, aos 38, Bernardo Silva tirou o zero do placar e marcou para o City. De Bruyne recebeu de Aké na esquerda da área e cruzou rasteiro. Petrovic ainda conseguiu desviar com o pé esquerdo, mas a bola sobrou para o português chapar de pé esquerdo no canto para colocar o time azul de Manchester na frente. Foi o suficiente.

O Manchester City é o atual campeão da competição e tentará entrar no bloco daqueles que já conquistaram a Copa 8 vezes ao lado de Chelsea, Liverpool e Tottenham. O maior vencedor da Copa da Inglaterra é o Arsenal, com 14 títulos.

O Manchester City agora volta os olhos para o Campeonato Inglês, pelo qual enfrenta o Brighton fora de casa na quinta-feira, enquanto o Chelsea tenta juntar os cacos e se recuperar na competição no clássico londrino contra o Arsenal fora de casa, na terça-feira.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: