X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Atlético-MG marca aos 50min e arranca empate em clássico com o América-MG


O América-MG deixou de confirmar a sua presença nas semifinais do Campeonato Mineiro ao empatar por 1 a 1 com o Atlético-MG, neste sábado, pela sétima rodada, em clássico disputado no Independência, na capital mineira. Matheusinho, no primeiro tempo, marcou para os mandantes, enquanto o empate atleticano saiu somente aos 50 minutos do segundo tempo, com Rubens.

Ainda invicto e praticamente classificado às semifinais, o América tem 15 pontos e lidera o Grupo C. Apesar do alívio no final, o Atlético segue pressionado, mesmo na liderança do Grupo B, com 11 pontos. No Estadual, os rivais se enfrentaram 293 vezes, com 159 vitórias do Atlético, 61 do América e 73 empates.

A novidade no clássico foi a arbitragem de fora de Minas Gerais, a pedido do América. A escolha recaiu sobre Rodrigo José Pereira de Lima (Fifa), de Pernambuco, que ano passado foi quem mais apitou jogos no Brasileirão: 27 vezes. Os assistentes também vieram de fora: Naílton Júnior de Sousa Oliveira, do Ceará, e Luanderson Lima dos Santos, da Bahia. O quarto árbitro foi Michelângelo Martins de Almeida Júnior, também pernambucano, e no VAR atuou o gaúcho Daniel Nobre Bins.

O primeiro gol da partida saiu após intervenção do VAR, numa análise demorada de três minutos. Matheusinho balançou as redes aos 43 minutos. Ele pegou a sobra de um chute travado de Vitor Jacaré, que estaria em impedimento no momento de receber o lançamento. O lance foi anulado pela arbitragem, mas confirmado pelo VAR.

A vitória parcial refletia o domínio do América, mais organizado em campo. O time mandante era mais eficiente na marcação e chegava na frente com mais perigo. O Atlético, mesmo com sua formação principal, produziu pouco e só ameaçou num chute de Alisson e que o goleiro Dalberson mandou por cima do travessão.

Pela sétima vez seguida, Luiz Felipe Scolari escalou uma formação diferente no Atlético. Não pode reclamar de nada, afinal, mandou a campo a sua formação mais forte, considerada ideal. Mas o time não foi bem, melhorou um pouco no segundo tempo, quando exigiu duas boas defesas do goleiro Dalberson. Mas também deu sorte num chute de Felipe Azevedo que explodiu no travessão, aos 26 minutos, e poderia ter aumentado o placar.

Quando tudo parecia perdido, o Atlético empatou aos 50 minutos. Hulk sofreu falta na quina da grande área e ele mesmo cobrou com força. No rebote do goleiro Dalberson, o atacante Rubens apareceu para dar um bico na bola e encher as redes.

FICHA TÉCNICA:

AMÉRICA-MG 1 X 1 ATLÉTICO-MG

AMÉRICA-MG - Dalberson; Mateus Henrique, Júlio, Ricardo Silva e Marlon; Juninho, Alê (Rodriguinho) e Matheusinho (Felipe Amaral); Fabinho (Benítez), Vítor Jacaré (Felipe Azevedo) e Renato Marques (Rodrigo Varanda). Técnico: Cauan de Almeida.

ATLÉTICO-MG - Everson; Saravia (Edenilson), Bruno Fuchs, Jemerson e Guilherme Arana; Battaglia, Igor Gomes (Rubens), Alisson (Vargas) e Gustavo Scarpa (Pedrinho); Paulinho e Hulk. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

GOLS - Matheusinho, aos 43 minutos do primeiro tempo. Rubens, aos 50 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Júlio, Marlon, Dalberson e Juninho (América); Saravia, Paulinho, Rubens Battaglia (Atlético).

ÁRBITRO - Rodrigo José Pereira de Lima (PE-Fifa).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Independência, em Belo Horizonte (MG).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: