X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Após Xavi admitir saída, Rafa Márquez se colocar à disposição para assumir o Barcelona


Após a derrota do Barcelona para o Villarreal por 5 a 3, no último sábado, no Olímpico Lluís Companys, pela 22ª rodada do Campeonato Espanhol, o técnico Xavi admitiu que deixará o clube ao final da temporada e não demorou para aparecer candidatos ao posto. O ex-companheiro de equipe do ex-meia nos tempos de jogador, o ex-zagueiro Rafa Márquez, treinador do time B do time catalão, colocou-se à disposição para assumir o elenco principal.

"Quem não gostaria de ser treinador do Barça? Vou continuar trabalhando muito, é apenas a minha segunda temporada como treinador. A diretoria terá tempo para pensar cuidadosamente até o final da temporada. Mas você não pode dizer não a uma oportunidade como esta", afirmou o ex-zagueiro mexicano.

Rafa Márquez tem contrato com o Barcelona B até junho deste ano, mas já considera renovar com o treinador, que tem como seu auxiliar o ex-lateral brasileiro Juliano Belletti, que também atuou com o ex-zagueiro nos tempos de jogador entre os anos de 2004 e 2007. Como treinador do Barcelona B, realizou 61 jogos, com 27 vitórias, 17 empates e 17 derrotas.

Xavi definiu sua saída do Bacelona devido aos recentes resultados ruins, que vem contribuindo para aumentar a pressão sobre o treinador. O primeiro sintoma foi o vice-campeonato da Supercopa da Espanha para o Real Madrid. A queda para o Athletic de Bilbao, nas quartas de final da Copa do Rei, piorou ainda mais o ambiente.

"Situação que exige bom senso. Decidi que no dia 30 de junho não continuarei mais como treinador do Barcelona. Tenho conversado com a diretoria e acho que o clube preisa de uma mudança de dinâmica. Pensando no clube e nos jogadores, acho que vão se libertar e ter mais tranquilidade", afirmou o treinador.

O Barcelona volta a campo pelo Campeonato Espanhol no sábado, às 14h30 (horário de Brasília), diante do Alavés, pela 23ª rodada.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: