Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Americanos põem Honduras para jogar com 16 graus abaixo de zero

Técnico defendeu o direito dos EUA de tirar vantagem das condições climáticas

Agência Folhapres | 03/02/2022 18:20 h | Atualizado em 03/02/2022, 18:21

Durante o confronto, jogadores das duas equipes vestiam diversas camadas de roupa
Durante o confronto, jogadores das duas equipes vestiam diversas camadas de roupa |  Foto: Reprodução / Twitter
 

Os Estados Unidos venceram a Honduras por 3 a 0 na quarta-feira (2), pelas Eliminatórias da Concacaf, em um jogo polêmico por conta das condições climáticas. A temperatura na hora do apito inicial era de -16ºC, e a seleção hondurenha precisou fazer duas substituições no intervalo devido ao frio extremo.

A partida foi realizada no estádio Allianz Field, em Minnesota, e a sensação térmica chegou a bater -29ºC. Os jogadores Buba López e Romell Quioto precisaram deixar o confronto por estarem com sintomas de hipotermia, de acordo com o jornal Marca.

Durante o confronto, jogadores das duas equipes vestiam diversas camadas de roupa, e alguns utilizavam balaclavas para protegerem os rostos. Após o apito final, o técnico Hernán Darío Gómez, de Honduras, disparou sobre as condições da partida. "Futebol não é para sofrer. Jogar assim é inútil", criticou.

"Tenho jogadores no vestiário passando mal. Há alguns com soro", acrescentou. O comandante hondurenho também afirmou que não poderia fazer uma análise da partida por conta das condições climáticas. "Seria injusto fazer um diagnóstico. Nestas circunstâncias, os jogadores não poderiam dar um bom nível. Isso não é um espetáculo de futebol", completou.

Antes do duelo, ele já tinha questionado a escolha dos adversários para o local do embate. "É um jogo que não vai ditar muitas coisas para mim. Não é normal, é inconcebível que um poderoso em todos os sentidos traga você aqui para jogar um jogo e obter um resultado", reclamou Gómez.

Já o técnico dos EUA, Gregg Berhalter, defendeu o direito de sua seleção aproveitar da vantagem climática em jogos como mandante. "Consideramos que o nosso campo é uma vantagem e que as condições de jogo a que os rivais não estão habituados também são uma vantagem para nós", justificou.

"Mas também vamos para outros países e está 32ºC, uma umidade insuportável, e os meninos ficam desidratados, com cãibras e exaustão pelo calor. Essa é a natureza da nossa competição", finalizou.

Com o resultado, os EUA chegaram aos 21 pontos e estão em segundo na tabela, atrás somente do Canadá. Faltam três rodadas para o fim das Eliminatórias da Concacaf, e esta colocação garante uma vaga direta para a Copa do Mundo de 2022. A seleção de Honduras já está matematicamente eliminada.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS