X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Al-Hilal marca e enfrenta o Flamengo no Mundial de Clubes

| 14/12/2019 12:47 h | Atualizado em 14/12/2019, 13:27

Al Hilal, da Arábia Saudita
Al Hilal, da Arábia Saudita |  Foto: Reprodução/ Twitter @Alhilal_EN

O adversário do Flamengo nas semifinais do Mundial de Clubes será o Al Hilal. Ex-time do técnico Jorge Jesus, a equipe saudita derrotou o Espérance, da Tunísia, por 1 a 0, neste sábado (14), no Jassim Bin Hamad Stadium, em Doha, no Catar, e agora vai enfrentar a equipe rubro-negra. O francês Gomis saiu do banco para marcar o gol da vitória.

O duelo está marcado para a terça-feira, às 14h30 (horário de Brasília), no Khalifa International Stadium e vai opor velhos conhecidos. Se de um lado Jesus vai reencontrar ex-companheiros dos tempos em que passou no Arábia Saudita, o colombiano Cuéllar vai rever seus antigos companheiros de Flamengo.

Mais técnico e com jogadores experientes que já disputaram Copa do Mundo, o Al Hilal foi superior, mas sofreu para confirmar o triunfo. Teve mais posse de bola durante boa parte da partida e finalizou mais vezes - 12 contra sete, no total -, no entanto demorou para encaixar seu jogo.

Depois de ter dificuldade para superar o bloqueio defensivo do Espérance, o time saudita se encontrou no jogo a partir das alterações promovidas pelo técnico Razvan Lucescu. Especialmente após a entrada do centroavante Gomis no lugar de Cuéllar.

Forte e habilidoso, o francês balançou as redes em uma de suas primeiras ações em campo. Aos 27, ele recebeu na entrada da área, deu um corte no marcador com um toque por cima, e estufou as redes em chute no canto direito para marcar um golaço.

Na comemoração do gol, o centroavante apontou para Jorge Jesus, que estava na arquibancada assistindo à partida e foi técnico do francês quando dirigiu o Al Hilal. Boa parte do elenco do Flamengo também marcou presença no estádio.

Competitivo, mas sem muita qualidade técnica, o Espérance foi ao ataque, mas não teve sucesso na busca pelo empate mesmo com um a mais, depois que Kanno foi expulso. Não conseguiu sequer ameaçar o gol defendido por Al-Muaiouf e ficou pelo caminho, decepcionado a sua fanática torcida, que fez muito barulho no estádio e chegou até a causar confusão com agentes de segurança ao acender sinalizadores.

FICHA TÉCNICA:

AL HILAL 1 x 0 ESPÉRANCE

AL HILAL - Al-Muaiouf; Al-Burayk (Al-Hafith), Jang Hyun-Soo, Al-Bulayhi e Al-Shahrani; Cuéllar (Gomis) Kanno, Carlos Eduardo, Carrillo e Al-Dawsari; Kharbin (Otayf). Técnico: Razvan Lucescu

ESPÉRANCE - Ben Cherifia; Derbali, Yaakoubi, Bedrane e Chetti; Bonsu (Khenissi), Coulibaly, Benguit (Fadaa), Badri e Elhouni (Bensaha); Ouattara. Técnico: Moïn Chaabani.

GOL - Gomis, aos 27 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Roberto Tobar (Chile).

CARTÕES AMARELOS - Cuellar e Carrillo (Al Hilal); Derbali (Espérance).

CARTÃO VERMELHO - Kanno (Al Hilal).

RENDA E PÚBLICO - Não divulgados.

LOCAL - Jassim Bin Hamad Stadium, em Doha, no Catar.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS