Login

Atualize seus dados

Tendencias de A a Z para 2022

Novidades para combater a calvície

Especialista afirma que novos tratamentos estão sendo oferecidos no mercado para tratar diversos tipos de queda de cabelo

06/12/2021 00:00:00 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem Novidades para combater a calvície
Christina Drummond participou recentemente de curso em São Paulo com os melhores especialistas em Tricologia Médica Foto: Divulgação
 

A preocupação com a calvície é um drama recorrente, principalmente entre os homens, mas em alguns casos atinge também o público feminino. A boa notícia é que  muitas novidades estão chegando ao mercado para ajudar a resolver o problema.

Dermatologista com formação em Tricologia Médica, Christina Drummond participou recentemente de um curso em São Paulo onde foram apresentadas atualizações e inovações para o tratamento de diversos tipos de queda de cabelo.

“Para o tratamento da alopecia androgenética, por exemplo, foi dada   ênfase ao uso de antiandrogenos,  como o finasterida ou a dutasterida, em associação com o minoxidil oral, que tem ação vasodilatadora e prolonga a fase de crescimento dos fios”.

Tudo isso  associado a tratamentos específicos injetáveis no couro cabeludo e ao laser Erbium, que foi outra novidade que chamou a atenção no evento.

Os estudos demonstraram a ação benéfica do laser no tratamento das alopecias

Christina Drummond, dermatologista ,
  

“Os estudos científicos apresentados  demonstraram  a ação benéfica do laser no tratamento das alopecias. Ele atua no couro cabeludo, levando à ativação das papilas dérmicas com migração de citocina, aumento do fluxo sanguíneo e abertura de microcanais no couro cabeludo para realização do drug delivery, com medicamentos para estímulo e crescimento capilar”.

A utilização da toxina botulínica  e dos fios de PDO no couro cabeludo para o estímulo de colágeno também parece promissora. “Mas é preciso novas pesquisas para comprovar a eficácia dos procedimentos”.

Outra alternativa de tratamento complementar para a alopecia androgenética  é o uso de plasma rico em plaquetas, diz a médica.

Embora o medicamento ainda não esteja disponível no Brasil,  especialistas afirmaram que um  estudo científico recente  mostrou a eficácia do finasterida  em gel lipossomado no combate à calvície.

Mulheres

No caso da calvície em mulheres, vale ressaltar que cientistas avaliam medicamentos voltados especificamente para esse público. “A bicalutamida oral para alopecia androgenética feminina mostrou ótimos resultados, assim como a clascoterona  para uso tópico”.