Login

Atualize seus dados

Imagem ilustrativa da imagem Novo normal marca a volta às aulas presenciais por Leonardo da Vinci
Educação 2020

Novo normal marca a volta às aulas presenciais por Leonardo da Vinci

20/10/2020 18:00:00 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem Novo normal marca a volta às aulas presenciais por Leonardo da Vinci

Assim como a entrada em estudos remotos por conta da pandemia da Covid-19 demandou repentinamente mudanças em toda a estrutura de ensino da educação básica, a volta às aulas presenciais também exigiu uma série de adaptações para garantir a segurança da comunidade escolar.

No Centro Educacional Leonardo Da Vinci foi elaborado um Plano de Retomada que direcionou as prioridades para o momento. Baseado em cinco pilares – segurança e rotinas preventivas, saúde emocional e acolhimento, adequação de calendário acadêmico, diagnóstico de aprendizagem e processo avaliativo –, o documento delineia o novo normal de organização, convivência e comportamento na escola.

Em primeiro lugar, de acordo com o diretor geral, Ilton Chaves, está a prevenção da transmissão da doença no ambiente escolar.

Imagem ilustrativa da imagem Novo normal marca a volta às aulas presenciais por Leonardo da Vinci

Além do rodízio semanal na maioria das turmas – exceto na 3ª série do ensino médio, na educação infantil e no 1º ano do ensino fundamental – para garantir o distanciamento de 1,5 metro entre os alunos, sob orientação do infectologista João Prats, o Da Vinci passou a contar com uma estratégia de triagem baseada em questionário de saúde preenchido pelas famílias e checagem diária de temperatura.

Também foi implantada uma rotina de lavagem guiada de mãos com os alunos, campanhas de conscientização e limpeza reforçada dos ambientes. Foram instalados dispensadores e totens de álcool por toda a escola e tapetes sanitizantes nas entradas. O uso e a troca da máscara a cada duas horas são obrigatórios.

Nessa retomada, atenção especial tem sido dada ao aspecto emocional de colaboradores e alunos por meio de estratégias como a realização de pesquisa de clima, atividades de acolhida, oficinas de formação e acompanhamento individual de casos extremos.

Segundo o diretor pedagógico, Mário Broetto, a parte psicológica é preponderante no aprendizado.

“Por isso ela é objeto da nossa máxima atenção, visto que o ser humano tem um conjunto completo e complexo de sistemas que precisam estar em harmonia para o bom desempenho”, explica.

Do ponto de vista pedagógico, Mário acrescenta que foram feitas adequações no calendário acadêmico, diagnósticos de aprendizagem referentes ao período de estudo remoto, atividades de apoio escolar, adaptações das salas com kits de transmissão para dar liberdade às famílias que optarem por manter os filhos em estudo remoto, entre outras medidas.

Imagem ilustrativa da imagem Novo normal marca a volta às aulas presenciais por Leonardo da Vinci

Alunos vão ter revisão de conteúdo

Os próximos meses, além de representarem a reta final da educação básica para diversos alunos que cursam a terceira série do ensino médio, serão de realização de importantes provas como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e os concorridos vestibulares das faculdades Unicamp, USP e Unesp, todas de São Paulo.

Por isso, até lá o Centro Educacional Leonardo Da Vinci irá oferecer para 86 formandos, que se despedem este ano da escola, três etapas de estudos de revisão com foco em cada tipo de avaliação que eles pretendem participar.

As revisões acontecerão na modalidade presencial com a equipe própria do Da Vinci e de maneira online em uma parceria que já acontece há alguns anos com o Colégio Anglo, de São Paulo.

Entre 30 de novembro e 22 de dezembro, acontece a revisão focada no Enem. De maneira concomitante, mas estendendo-se até 9 de janeiro, será atendida uma turma voltada para as provas da Unicamp e da USP (Fuvest).

De 11 a 23 de janeiro, será oferecida mais uma revisão específica para o Enem, desta vez com aulas transmitidas virtualmente de São Paulo pela manhã e com plantão de dúvidas presencial na escola na parte da tarde.

Por fim, de 25 de janeiro a 25 de fevereiro, os estudos estarão focados nas segundas etapas dos vestibulares da Fuvest, Unicamp e Unesp.

De acordo com o diretor pedagógico do Da Vinci, Mário Broetto, mesmo as aulas transmitidas via internet poderão ser feitas na escola, pois será disponibilizado auditório com conexão e telão.

“Apesar de os interesses do grupo serem distintos, procuramos oferecer revisões que atendam a todos. Atualmente, esses importantes vestibulares da USP, Unicamp e Unesp têm alguns conteúdos adicionais em relação ao Enem, além de os estilos e as abordagens das questões serem diferentes. Por isso, a relevância de oferecer estudos adicionais que preparem nossos alunos de forma mais específica para atingirem seus objetivos”, explica.

Além de serem os primeiros a retornar às aulas presenciais no dia 6 de outubro, os estudantes da terceira série do ensino médio do Da Vinci não precisaram aderir ao modelo híbrido, graças a dois auditórios amplos oferecidos na escola, que permitem a participação de todos os alunos nas aulas cumprindo o distanciamento exigido.