Login

Atualize seus dados

PESQUISADORES  de várias áreas foram reconhecidos pelos seus trabalhos
Especial Educação

Cientistas da UVV entre os mais influentes do mundo

Pesquisadores da universidade foram citados em uma lista internacional, evidenciando a qualidade do ensino

18/10/2021 00:00:00 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem Cientistas da UVV entre os mais influentes do mundo
PESQUISADORES de várias áreas foram reconhecidos pelos seus trabalhos Foto:
 

Apesar de já ser reconhecida em nível internacional, a Universidade de Vila Velha (UVV) ganhou mais uma conquista para acrescentar no currículo: no ranking dos cientistas mais influentes do mundo, o AD Scientific Index 2021, 26 pesquisadores são ou foram da instituição.

Na lista dos 10 mil melhores pesquisadores da América Latina, representam a universidade os acadêmicos Elisardo Vasquez, Levy Gomes, Fabio Braga e Carlos Tadokoro.

Os quatro ainda participam do ranking dos 10 mil pesquisadores mais influentes do País, juntamente com os professores Bianca Campagnaro, Marcelo Moretti, Denise Endringer, Dominik Lenz, Rodrigo Scherer e Marcio Fronza.

O AD Scientific Index 2021 analisa o desempenho científico e o valor agregado da produção individual dos profissionais, com base nas citações da plataforma Google Acadêmico.

Um dos cursos da universidade com mais destaque no ranking foi o Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas, que possui 12 dos 26 pesquisadores listados. Também há 8 representantes do curso de Ciência Animal.

Para a pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão da UVV, Denise Endringer, esse resultado faz parte de um compromisso da instituição para melhorar a vida dos capixabas.

“Nosso objetivo é gerar conhecimento e, depois, transformá-lo em alguma inovação que  beneficie a sociedade. Encontrar tantas pessoas da UVV no AD Scientific Index é um indicativo de que estamos no caminho certo”, frisa.

Ela, que também é lembrada na lista nacional, reforça o trabalho dos docentes com as turmas da graduação. “Mais do que somente para a pós-graduação, conseguimos passar nossos conhecimentos para vários alunos, como dos cursos de Farmácia, Nutrição, Medicina e Medicina Veterinária”, diz.

Pesquisador há mais de 20 anos, o professor Fabio Braga, 44, cujo nome foi citado após mais de 100 artigos publicados, destaca o apoio da universidade para conquistar a colocação.

“A universidade possui  uma gestão que pensa muito em inovação e, por isso, sempre está disposta a nos apoiar. Por causa dela, o Espírito Santo tem se tornado um polo tecnológico cheio de gigantes no ramo da ciência”, defende.

Fique por dentro

Reconhecimento internacional

AD Scientific Index 2021

  • 26 pesquisadores que fazem – ou fizeram  – parte da Universidade de Vila Velha (UVV) estão entre os mais influentes do mundo, segundo o ranking AD Scientific Index 2021.
  • O ranking considera a produção científica e seu impacto nos últimos cinco anos, conforme a pontuação  e o  número de citações no Google Acadêmico.
  • Ele  mostra a classificação do cientista levando em conta  12 assuntos, como Agricultura e Silvicultura,  Artes, Ciências da Saúde,  entre outros.

Fonte: Universidade de Vila Velha.

CONHEÇA OS LISTADOS

Elisardo Vasquez

  • Especialista em Aterosclerose, Hipertensão e Microbiota  intestinal.

Levy Carvalho Gomes

  • Especialista em Aquicultura, Ecotoxicologia e  Anestesia.

Fabio Ribeiro Braga

  • Especialista em Parasitologia Médica e   Controle Biológico e Químico.

Denise Endringer

  • Especialista em Ciências Farmacêuticas, entre outros.

Rodrigo Scherer

  • Especialista em Ciência Alimentar, Ciência do Café, entre outros.  

Bianca Campagnaro

  • Especialista em Fisiologia, Farmacologia, Genética e Biologia Celular.

Carlos Tadokoro

  • Especialista em Imunologia, Tolerância imunológica, entre outros.

Dominik Lenz

  • Especialista em Citometria, Análise de Imagens, entre outros.

Tadeu Uggere de Andrade

  • Especialista em Probióticos, Farmacologia, entre outros.

Marcio Fronza

  • Especialista em Farmácia e Produtos Naturais Bioativos.

Marcelo Moretti

  • Especialista em Decomposição de Folhas, entre outros.

Betania Souza Monteiro

  • Especialista em Ortopedia, Terapia Celular, PRP, entre outros.

Fernanda Campos Rosetti

  • Especialista em Odontopediatria e OSCE.

Ana Carolina Srbek De Araujo

  • Especialista em Ecologia, Conservação, entre outros.

Charles Duca

  • Não especificado.

Alessandro Coutinho Ramos

  • Especialista em Ciências Biológias.

Mauricio Gomes Favoreto

  • Especialista em Reprodução, Biologia Molecular e Produção Animal.

Johara Boldrini França

  • Especialista em Toxicologia, Biologia Molecular, entre outros.

Raphael Macieira

  • Especialista em Ecologia Marinha,  Taxonomia, entre outros.

Fernando Tobias

  • Especialista em Doenças Infecciosas.

Thaís Rocha

  • Não especificado.

Josane Mittmann

  • Especialista em Pássaros, Leishmaniose, entre outros.

Rodrigo Viana Sepulveda

  • Não especificado.

Tayse Domingues de Souza

  • Especialista em Patologia Veterinária.

Gustavo Enrico Cabral Ruschi

  • Especialista em Reprodução e Sexualidade, entre outros.

Mayra Flecher

  • Especialista em Patologia.

Fonte:  AD Scientific Index 2021.

Imagem ilustrativa da imagem Cientistas da UVV entre os mais influentes do mundo
PRÓ-REITORA de Pesquisa, Pós-graduaçãoe Extensão da UVV, Denise Endringer destaca que o aparato dos laboratórios contribui para o grande número de pesquisas na instituição. “Criamos uma estrutura que pudesse atender todos os alunos e professores”. Foto:
 

Estrutura tecnológica de ponta

Para auxiliar os cientistas da instituição a investigarem, examinarem e compararem os resultados de suas pesquisas, a Universidade de Vila Velha (UVV) dispõe de  laboratórios equipados com tecnologia de ponta.

No campus Nossa Senhora da Penha, direcionado  para a saúde humana e animal, existem laboratórios de Química, Microscopia e Anatomia; Salas de Internação; Policlínica; entre outros.

Já dentro desses espaços, estão ferramentas utilizadas para  cultura e armazenamento de células; análise de fluorescência de alguns materiais  (microscopia de fluorescência) e experimentos quimiopreventivos contra o  câncer.    

Além disso, também é disponibilizada a estrutura do hospital veterinário, em que, até decidir tornar-se um pesquisador, o aluno pode  aprender na prática a vivência da profissão.

“A UVV disponibiliza laboratórios para todos os pesquisadores que estão ligados ao programa de pós-graduação stricto sensu. Para permitir o desenvolvimento de pesquisas, criamos uma estrutura que pudesse atender todos os alunos  e professores”, explica a pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão da universidade, Denise Endringer.

Segundo o pesquisador Elisardo Vasquez, de 76 anos, que obteve a maior pontuação da UVV no ranking AD Scientific Index 2021, essa estrutura não é uma vitória apenas para a instituição, mas também para todo o Estado.

“Apoiar a ciência e oferecer instrumentos modernos de trabalho para os nossos pesquisadores  é apostar no desenvolvimento de uma sociedade”, defende.

Quem também comemora   é o professor da instituição Levy de Carvalho Gomes, 49, que está entre os melhores pesquisadores da América Latina com projetos na área ambiental (veja na tabela ao lado).  

“Sou muito grato pela  oportunidade que a UVV nos deu de alcançar um nível de maturidade científica tão grande”, afirma.