X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Empresas vão abrir novos empregos na área do petróleo

Estudo aponta valor total de R$ 102 bilhões em investimentos no setor até 2025, com um total de 500 mil empregos no País

Francine Spinassé, do jornal A Tribuna | 03/08/2022 15:08 h

Plataforma de petróleo: até a desmontagem para retirada após desativação é investimento e cria empregos
Plataforma de petróleo: até a desmontagem para retirada após desativação é investimento e cria empregos |  Foto: Divulgação
 

Com os últimos anos marcados por uma redução de investimentos na área de petróleo e gás, a expectativa para os próximos anos é otimista. Até 2025, o setor vai investir R$ 102 bilhões e gerar cerca de 500 mil empregos em exploração e produção de petróleo no País.

Para o Estado, especialistas e fontes do setor também esperam investimentos e mais empregos para os próximos anos.

O levantamento nacional é da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Petróleo (Abespetro), que publicou essa semana  seu caderno setorial com propostas e desafios para o setor.

O estudo, elaborado com apoio da consultoria Deloitte, aponta que existem, hoje, 340 mil postos de trabalho nesse segmento.

O documento aponta que, além de emprego e de renda, o setor gerou no ano passado uma arrecadação de R$ 104 bilhões, levando-se em conta o pagamento de bônus de contratações de blocos exploratórios, royalties, participações especiais, tributos, dividendos distribuídos pela Petrobras e a parcela da União proveniente do regime de partilha do pré-sal.

Segundo Rodrigo Ribeiro, presidente da Abespetro, os dados confirmam o Brasil como candidato a continuar sendo um centro relevante produtor de óleo e gás em esfera global.

No documento, ele aponta ainda a importância do setor para buscar a transição energética, com  sugestões como  incentivos à produção de gás e o estímulo a pesquisa, desenvolvimento e inovação.

O CEO da DVF Consultoria, Durval Vieira, revelou que o Estado teve uma queda nos investimentos na área nos últimos anos, com a falta de perfuração de novos poços.

“Eles foram se esgotando e não se perfuravam outros. Com o investimento da Petrobras, teremos  uma plataforma nova 2024, com previsão de aumento de produção”.

O Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Econômico, Ricardo Pessanha, destacou que apesar da área do petróleo ser uma matriz energética que o mundo tenta substituir, ela ainda é a fonte de energia mais usada, sendo o Brasil ainda muito dependente.

“O mercado que já existe no Estado continua em expansão, especialmente indústrias fornecedoras da cadeia”.

Ele destacou, ainda, que há empresas em vias de  receber contratos de descomissionamento (desativação) de plataforma. “Até o desinvestimento gera investimento para o Estado, porque movimenta a cadeia e há necessidade de mão de obra.”

Negócios em feira na Serra

Com a expectativa de atração de novos investimentos, empresas do setor de óleo e gás estão apostando em novos negócios e tecnologias  em uma feira que está acontecendo no Estado.

A associação capixaba RedePetro ES, formada por empresas fornecedoras de bens e serviços para o setor, está com um espaço de  aproximação entre empresas do segmento com soluções inovadoras de extração, tecnologia e execução de serviços.

A Mec Show 2022 reúne 250 marcas e empresas do setor metalmecânico e começou ontem no Pavilhão de Carapina, na Serra.

“Nós convidamos todas as novas operadoras do Espírito Santo que estão entrando no mercado, algumas de fora do Estado também, para organizar um grande encontro”, frisou o presidente da RedePetro ES, Rafaele Cé.

“É a primeira vez que tem um estande da Petrobras e esperamos fazer bons negócios na feira, esperançosos em movimentar ainda mais o nosso setor”, completou.

Saiba mais

Mec Show

- A feira do setor metalmecânico vai até amanhã no  Pavilhão de Carapina, na  Serra. A feira conta  com mais de 250 marcas e expositores, além de   apresentação de  novas ideias para a indústria.

- Inscrições: O credenciamento de visitantes está liberado e é gratuito para os profissionais da indústria.

- Site: www.mecshow.com.br/credenciamento/.

SAIBA MAIS

Distribuição lidera em postos de trabalho

Pesquisa

Um levantamento da  Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Petróleo (Abespetro), lançado esta semana, aponta investimentos e a geração de empregos prevista para os próximos anos no setor de óleo e gás. 

O raio-X, elaborado com apoio da consultoria Deloitte, analisa todo o sistema de fornecedores da indústria brasileira de óleo e gás, descreve sua dinâmica, traz indicadores econômicos inéditos e apresenta agenda propositiva para o desenvolvimento nos próximos anos.

Fonte: Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Petróleo (AbesPetro) e especialistas consultados.
Fonte: Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Petróleo (AbesPetro) e especialistas consultados. |  Foto: Jornal A Tribuna
 

Dados do setor

- 1,6 milhão de pessoas hoje atuam na cadeia do petróleo e gás

- 525 mil empregos é a média anual do segmento até 2025 no País.

Salários

- R$ 2.975 é o salário médio nacional

- Dos trabalhadores em geral, 23% tem ensino superior completo

- R$ 16.011 é o salário médio no segmento de exploração e produção

- 50% tem ensino superior completo

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS