X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Pernambuco: Carnaval 2024 bate recordes, segundo o Governo do Estado

Balanço foi realizado nesta segunda-feira por nomes do staff da gestão



Imagem ilustrativa da imagem Pernambuco: Carnaval 2024 bate recordes, segundo o Governo do Estado
Homem da Meia Noite usou adereços indígenas no desfile deste ano, cuja roupa foi mostrada às 00h00 do sábado de Zé Pereira |  Foto: Divulgação do Instagram do Homem da Meia Noite

Em coletiva realizada nesta segunda-feira (19), o Governo do Estado fez um balanço do Carnaval 2024, que teria recebido o dobro do que foi investido em 2023. Neste ano, a gestão estadual diz ter promovido o maior Carnaval da história, com injeção de recursos de R$ 20 milhões.

Pelo estado, também circularam de 2,3 milhões de turistas, um aumento de 22% em relação a 2020 e 4% a mais que no ano passado.

Com o intuito de fortalecer a festa momesca de Pernambuco, o Governo do Estado frisa ter investido pesado nas festividades, por meio da Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE), da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), da Secretaria Estadual de Turismo e Lazer (Setur-PE) e da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur).

Os recursos permitiram a realização de mais de 1.000 apresentações em cerca de 100 municípios, além de encontros e cortejos de cultura popular por toda a região.

Cerca de R$ 10 milhões, a metade dos recursos, teria sido destinada especificamente para contratações artísticas, priorizando grupos ligados à cultura popular.

Ao todo, o Ciclo Carnavalesco de Pernambuco 2024 realizou 1.038 contratações artísticas por meio da Fundarpe e da Empetur, sendo 90% efetuadas via inscrições.

O número total representa um aumento de mais de 60% em contratações artísticas em relação ao ano anterior (em 2023 foram realizadas 648 contratações).

No balanço, foi informado que as contratações contemplaram as categorias de Cultura Popular de Tradição Carnavalesca (405 - 55,05%), Cultura Popular Diversa (15 - 1,45%), Dança da Tradição Carnavalesca (25 - 2,41%), Música de Difusão de Repertório Carnavalesco (156 - 15,03%), Música Popular Brasileira e Orquestras (de palco, sopros e frevo) (329 - 31,70%).

O apoio da Secult-PE e da Fundarpe foi direcionado a manifestações como maracatus, caboclinhos, cavalos marinhos e agremiações de frevo, além de outros artistas e grupos habilitados na convocatória do Ciclo Carnavalesco 2024.

Outra iniciativa deste ano foi o investimento em ações nas escolas com a realização de 50 apresentações culturais em instituições públicas de ensino de todas as macrorregiões do Estado, permitindo aos estudantes da rede estadual conhecerem mais da cultural popular e vivenciarem experiências únicas com os brincantes.

Aumentamos a diversidade, que já é uma marca do Carnaval de Pernambuco, para além da gama das próprias expressões artísticas, mas também por meio de uma pluralidade de fazedores de cultura, cada qual com suas peculiaridades, o que tornou nossa festa ainda mais rica e particular Cacau de Paula, secretária estadual de Cultura

Já a presidente da Fundarpe, Renata Borba, ressaltou a valorização da participação dos grupos de cultura popular como grande contribuição do Governo de Pernambuco na folia de Momo.

“Incentivar os grupos de cultura popular do Estado é nosso papel enquanto gestores públicos. Cada um desses integrantes é responsável por carregar nossos símbolos mais marcantes: a diversidade cultural e o respeito às tradições”, destacou.


Imagem ilustrativa da imagem Pernambuco: Carnaval 2024 bate recordes, segundo o Governo do Estado
Staff do governo fez balanço sobre os investimentos e recordes batidos |  Foto: Divulgação do Governo do Estado

CORTEJO BRINCANTES – Também como parte da programação do Carnaval 2024 a Secult-PE e Fundarpe realizaram pela primeira vez no calendário do Carnaval do Estado o Cortejo Brincantes de Pernambuco.

O Cortejo Brincantes de Pernambuco, projeto idealizado e executado pela Secult-PE e Fundarpe, aconteceu em oito cidades: Recife (1º de fevereiro), Olinda (8), Ipojuca (9), Pesqueira (10), Arcoverde (11), Itamaracá e Triunfo (12) e Bezerros (13).

SABERES CARNAVALIZADOS – Em parceria com a Secretaria Estadual de Educação, a Secult-PE e Fundarpe levou para 50 escolas de todas as regiões do Estado o projeto Saberes Carnavalizados.

APOIO AOS GIGANTES – O Homem da Meia-Noite, Patrimônio Vivo de Pernambuco, que desfila a partir das 0h, em Olinda, do sábado para o domingo de Carnaval, voltou a contar este ano com apoio do Governo de Pernambuco.

A gestão valorizou e fortaleceu um dos principais ícones do Carnaval pernambucano. Por meio de uma ação da Fundarpe, o famoso Calunga ainda desfilou no Carnaval de Fernando de Noronha no último dia 13.

Outro gigante apoiado pelo governo estadual foi o Galo da Madrugada, o maior bloco do mundo, que arrasta multidões para o Centro do Recife, no Sábado de Zé Pereira.

ENCONTROS E FESTIVAIS – O Governo de Pernambuco também apoiou 23 encontros tradicionais de cultura popular e festivais importantes, como RecBeat, Cena Peixinhos, Festival Pré-Amp e Porto Musical

Já durante o período momesco houve uma extensa programação cultural incentivada pela Fundarpe, como o Festival RecBeat, o Garanhuns Jazz Festival, no Agreste, o Encontro Estadual de Maracatus de Baque Solto de Pernambuco, em Aliança (Zona da Mata Norte) e Olinda.

Também houve apoio ao Encontro de Burrinhas, Caboclinhos, Catirinas e Maracatus de Pernambuco, em Bom Jardim (Agreste); o Carnaval Mesclado da Casa da Rabeca e o Encontro dos Bonecos Gigantes, ambos no dia 12, em Olinda; e o Encontro Estadual de Afoxés de Pernambuco, promovido pela União dos Afoxés de Pernambuco, no dia 14, em Olinda.

Foi realizado, ainda, o 6º Grande Encontro Reggae Roots PE, nos dias 16 e 17, no Pátio de São Pedro, no Centro do Recife, e, também no dia 17 de fevereiro, o 7º Encontro de Bois de Caboclinhos e Similares de Limoeiro, na praça pública do município, e a Sambada da Praça de Amaro Branco, em Olinda.

CARNAVAL NA CASA DA CULTURA – A Casa da Cultura, equipamento cultural gerenciado pela Fundarpe, foi palco, de 5 a 9 de fevereiro, de uma prévia do Carnaval de Pernambuco com atrações que representaram o frevo, manifestação cultural genuinamente pernambucana, e Patrimônio Imaterial da Humanidade.

Todos os dias, o espaço cultural sediou apresentações de orquestras e companhias de dança no ritmo do frevo.

HOMENAGEADOS – O Governo de Pernambuco promoveu ainda uma homenagem inédita a três grandes vozes da cultura pernambucana no Carnaval 2024: Alceu Valença, Claudionor Germano e Lia de Itamaracá. Ícones da festa e cantores reverenciados no mundo todo, Claudionor Germano e Lia de Itamaracá são Patrimônios Vivos do Estado.

Alceu Valença, por sua vez, é detentor da Medalha da Ordem do Mérito Guararapes, título concedido ao artista por sua representatividade na cultura pernambucana.

TURISMO – Segundo o secretário de Turismo, Daniel Coelho, o Carnaval de Pernambuco 2024 foi um sucesso , com um grande número de visitantes e alta ocupação hoteleira.

Houve um aumento de 22% no número de turistas em relação a 2020 e 4% a mais que em 2023. No total, 2.352.791 pessoas circularam pelo estado durante o período festivo, impulsionando a economia local e gerando um impacto positivo em diversos setores.

O carnaval 2024 também se destacou em termos de impacto econômico, movimentando R$ 3,05 bilhões no estado. Esse valor representa um aumento de 30% em relação a 2020 e 9% maior do que em 2023.

A alta procura por hospedagem resultou em uma ocupação hoteleira média de 95,04%. Um índice de 94% dos turistas entrevistados afirmou que pretende voltar ao Carnaval pernambucano em outras ocasiões, com um percentual médio de avaliação ótimo/bom de 95,23% para os principais polos da folia.

Daniel Coelho ressaltou os bons resultados da folia deste ano.

“Mais uma vez o Carnaval de Pernambuco mostrou que é o melhor, o que tem mais tradição e mais cultura em todo o Brasil. Tivemos 94% de turistas respondendo à pesquisa feita pela Setur-PE afirmando que querem voltar a Pernambuco. Mais de 95% de ocupação hoteleira em todo o Estado Daniel Coelho, Secretário estadual de Cultura

Daniel Coelho acrescentou que outro destaque da pesquisa foi a preferência dos visitantes por artistas regionais, com 74,50% dos entrevistados indicando essa preferência. Esse resultado demonstra a força da cultura pernambucana e a importância da valorização dos artistas locais.

Pelos dados da gestão estadual, o Aeroporto dos Guararapes registrou um crescimento de 22,29% no número de passageiros em comparação com 2023, com 381.776 pessoas circulando durante o carnaval. O número de voos semanais também aumentou em 19%, confirmando a alta demanda pelo destino.

O Terminal Integrado de Passageiros (TIP) também registrou um aumento significativo no fluxo de pessoas, com 72.336 passageiros circulando durante o período carnavalesco, um crescimento de 26% em relação a 2023.

As cidades de Olinda, Triunfo e Pesqueira foram as que apresentaram o maior grau de satisfação entre os turistas, segundo pesquisa realizada pela Setur-PE e Empetur.

A grande maioria dos turistas que visitaram Pernambuco durante o carnaval era brasileira (97,4%), com destaque para os próprios pernambucanos (46,62%), seguidos por paulistas (12,15%), paraibanos (8,39%) e alagoanos (5,78%).

Os turistas estrangeiros representaram 2,6% do total, com destaque para portugueses (28,71%), argentinos (17,82%) e franceses (8,91%).

SECMULHER – Além de levar para o desfile do Galo da Madrugada um trio elétrico com mulheres protagonistas, as ações da pasta estadual se estederam para vários municípios. 

Com a intensificação das ações, foi possível distribuir material específico de Carnaval nas oitos regiões de desenvolvimento de Pernambuco, onde ocorreram festividades de Momo.

As equipes trabalharam os quatro dias de festas e, em algumas cidades, onde aconteceram prévias, as atuações iniciaram antes mesmo do período de Momo. Nos anos anteriores, essas ações se restringiam apenas ao Grande Recife, no Sábado de Zé Pereira.

O objetivo da interiorização das ações foi massificar as campanhas educativas de enfrentamento à violência contra a mulher com cartilhas, leques e tatuagens com os temas “Tem que Respeitar” e “Não é Não”, por todo o Estado. Os serviços de abrigamento e o 0800 da Ouvidoria da Mulher, seguiram funcionando normalmente, durante o período de folia, em esquema de plantão.

Foram entregues 750 mil cartilhas em todos os 184 municípios e mais Fernando de Noronha. Para as cidades que realizaram prévias ou festas de Carnaval, foram distribuídos ainda 750 mil leques e 200 mil tatuagens temporárias, com orientações onde as mulheres poderiam buscar ajuda em caso de violência.

Os 184 municípios, mais Fernando de Noronha receberam material de campanha. E nós tivemos uma ação intensificada com prestadoras de serviço contratadas em mais de 20 cidades. O que fez a diferença para que tivéssemos nossas mulheres muitos mais protegidas no Carnaval deste ano” Mariana Melo, Secretaria da Mulher

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: