search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Enviada especial
Painel da Folha de São Paulo

Enviada especial

Mesmo sem qualquer capacitação técnica ou responsabilidade formal por assuntos da Saúde, Damares Alves (Direitos Humanos) pegou um avião às 5h da manhã da última quinta-feira para Floriano (PI), a 240 km de Teresina. O motivo: a fixação de Jair Bolsonaro pela cloroquina.

O medicamento foi ministrado a pacientes da cidade na fase inicial. O coordenador técnico do hospital regional, Justino Moreira, afirmou, porém, que é “fake” atribuir ao remédio o êxito no resultado de 20 pacientes.

Bula
O diferencial, diz ele, é a prescrição de corticoide e anticoagulante em pacientes que chegam à internação, evitando a UTI.

Prática
“Antes, a gente usava só a cloroquina na segunda fase (de internação), não adiantava, não. A pessoa evoluía mal e morria. Possivelmente, não é a cloroquina a responsável pelo resultado. Na fase grave, ela é insignificante, mas talvez na fase precoce ajude o organismo a se defender”, afirma Moreira.

Ímã
“O tratamento é efetivo, porque o paciente melhora rápido. Mas não é a cloroquina que está resolvendo o problema, isso é fake. Na verdade pegaram uma parte do protocolo e disseram que é a cloroquina, mas não é”, diz o médico. O hospital tem recebido pacientes do Maranhão e do Pará.

Porta-voz
Na visita, Damares defendeu enfaticamente o medicamento: “O que mais querem? Que um anjo desça do céu para dizer que o remédio dá certo?”, disse a ministra.

Ghost writer
Nelson Teich havia terceirizado a função de publicar mensagens nas redes sociais à sua mulher, a socialite Danny Teich. Ele não possuía conta no Twitter, rede que concentra grande número de apoiadores do Presidente, e criou uma assim que assumiu o posto.

Indireta
Na terça-feira, quando o ministro sofria pressão de Bolsonaro e seguidores para ampliar a aplicação de cloroquina para quadros leves, seu perfil no Twitter publicou mensagem lembrando se tratar de medicamento com efeitos colaterais. E ressaltou que os estudos do ministério avaliam outros dez medicamentos.

Erros
Sobre a decisão da executiva do PT de ingressar com pedido de impeachment de Bolsonaro, o ex-prefeito Fernando Haddad afirma que, em sua opinião, há dois crimes: a afronta aos Poderes e a interferência na PF para proteger familiares e aliados.

Encontro
Uma das cotadas para assumir o Ministério da Saúde, a médica Nise Yamaguchi teve reunião com o presidente Jair Bolsonaro ontem, no Planalto, e levou sua irmã, Naomi, militante bolsonarista, como companhia. Nise é a principal médica a defender o uso de cloroquina para quadros leves.

Papo
Ao Painel, Naomi diz que não houve convite ou mesmo aceno do Presidente à sua irmã. “Zero, zero, zero”, afirma. Elas também participaram de encontro com a ministra Damares Alves, que nos últimos dias passou a balançar a bandeira da cloroquina hasteada por Bolsonaro.

Não
A proposta do Ministério da Justiça de usar contêineres para abrigar presos contaminados pelo coronavírus foi barrada pelo Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP) e, dessa forma, não será levada adiante. Os conselheiros vetaram a proposta por unanimidade.

Capivara
A ideia foi criticada por órgãos como o Ministério Público Federal, a Defensoria Pública da União e a OAB, que lembraram do histórico negativo de encarceramento em contêineres, com presos aglomerados, sem ventilação e submetidos a altas temperaturas.

Fake
Frederick Wassef, advogado ligado à família Bolsonaro, foi citado no relatório da segunda investigação da facada entre aqueles que espalharam conspirações ao longo do inquérito. O delegado Rodrigo Morais narra o episódio em que ele apareceu em programa de TV para apresentar o que seria um suposto furo jornalístico, na última segunda-feira.

Desmentido
Na ocasião, Wassef disse ter ouvido de uma testemunha que o PT estaria por trás da tentativa de assassinato do então candidato a presidente. No documento, a Polícia Federal afirma que sabe de quem ele estaria falando, diz que já ouviu a pessoa e desconstrói a teoria.

Tiroteio
“Dois ministros, em tão pouco tempo, geram instabilidade e pode gerar um caos maior ainda.”
Do governador do Piauí, Wellington Dias (PT), sobre a saída do ministros Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Mesmo lado

Líderes e presidentes de partidos da centro-direita dizem, nos bastidores, ser um excesso o pedido de apreensão do celular de Jair Bolsonaro no inquérito que apura as denúncias de Sergio Moro. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Sinais

A suspeita de vazamentos de inquéritos sigilosos da Polícia Federal para o entorno do Presidente não se restringe ao caso de Flávio Bolsonaro. Relatório da investigação de candidaturas de laranjas em …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Corrente

A disseminação reiterada de informações falsas, muitas delas com ataques a autoridades, e as ameaças do presidente da República de desdenhar de ordens judiciais fizeram ministros do Supremo se unir …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Trajetória

Alvo da Polícia Federal, a primeira-dama do Rio, Helena Witzel, tem parca experiência como advogada. Um contrato de R$ 540 mil do escritório dela com uma empresa investigada na Lava a Jato do Rio é …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Sinuca

Pivô da crise entre Sergio Moro e Jair Bolsonaro, a Polícia Federal se encontra em uma situação delicada. Com a responsabilidade de apurar as acusações do ex-ministro da Justiça, a PF se vê em risco …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Dupla dinâmica

Os ataques de Jair Bolsonaro ao STF têm na mira principalmente dois ministros, Alexandre de Moraes e Celso de Mello, que o Presidente elegeu como inimigos próprios. Ontem, Bolsonaro compartilhou um …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Em série

Além de mostrar a tentativa de interferência indevida na Polícia Federal para proteger amigos e família, a reunião ministerial revelou ação semelhante de Jair Bolsonaro no Iphan, responsável por …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Inteligência

A declaração de Jair Bolsonaro, dada na sexta (22) à rádio Jovem Pan, para tentar justificar o que seria seu sistema particular de informações foi considerada um tiro no pé por advogados criminalista…


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

De onde veio

Virou mistério para integrantes do Ministério da Saúde o responsável pela nomeação de Zoser Hardman de Araújo para o cargo de assessor especial do ministro. Causou mais estranheza o fato de ele ser …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ritmo de festa

Um dos nove militares nomeados por Jair Bolsonaro para o Ministério da Saúde na terça-feira, Giovani Camarão, futuro coordenador de Finanças do Fundo Nacional de Saúde, publicou foto nas redes …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados