X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Vitor e Cadu: Das barbearias para os palcos

| 15/03/2021 13:52 h | Atualizado em 15/03/2021, 14:04

Foi o tempo em que Vitor e Cadu eram procurados por aqueles que queriam dar um “tapa” no visual. Hoje, as buscas pelos cantores são feitas pelos apaixonados de plantão que curtem as músicas românticas cantadas pelos amigos.

A dupla sertaneja já ultrapassa a marca de mais de 30 milhões de visualizações nas plataformas de streaming! Mas, antes desse sucesso, se dividiam entre as barbearias e shows em bares do Mato Grosso do Sul interpretando canções de outros artistas.

“A gente já se conhecia antes de surgir a parceria há três anos, por meio de amigos em comum em festas. No início, a barbearia, muitas vezes, era um lugar de ensaio”, lembra Cadu, de 25, ao AT2.

Imagem ilustrativa da imagem Vitor e Cadu: Das barbearias para os palcos

No último dia 5, os ex-barbeiros lançaram a última parte do DVD “Case”. O projeto foi dividido em um single, “Coração no Bolso”, e dois EPs, gravados em um galpão de ensaios em Campo Grande.

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/z9zzv3bSiwk" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>

O 1º volume trouxe o hit “Dormir Brigado”, que bateu 1 milhão de execuções em um mês. Já a nova parte tem “Faz Falta” como aposta. Os vídeos estão sendo divulgados aos poucos no YouTube da dupla.


“Barbeiro é quase um psicólogo”


AT2 O que mudou da época de barbearia e de shows em bares para a realidade que vivem hoje?

Vitor Muita coisa! Costumo dizer que o bar é uma das maiores escolas para um artista. Desde aprender a lidar com o público até os perrengues! (Riso) Hoje nós já temos nosso trabalho próprio e, graças a Deus, subimos mais um degrau, podendo assim levar a nossa música para o Brasil.

A barbearia é um lugar de muita resenha, coisa que sertanejo ama! Suas composições nasceram a partir de histórias que ouviram nas barbearias?

Vitor Pode-se dizer que sim! Ouvíamos bastante história nessa época. Barbeiro é quase um psicólogo, então algumas de nossas composições talvez possam ter sido inspiradas em uma história que saiu de lá. (Risos)

Já estão enchendo o bolso?

Vitor O dinheiro é a consequência de um trabalho muito bem feito, mas o mais satisfatório ainda é poder viver daquilo que sempre buscamos, que é trabalhar com a nossa música.

Estão lançando a segunda parte de “Case”. Como foi gravar em Campo Grande, cidade onde a dupla foi formada, após conquistarem milhares de execuções na internet?

Cadu A realização de um projeto sempre é muito gratificante, e ter a oportunidade de gravar na nossa cidade de origem é muito bom! É onde sempre fomos acolhidos desde o início.

Esse projeto foi pensado durante a pandemia? Como foi gravar sem público?

Cadu O DVD “Case” foi uma experiência diferente, por ser gravado num lugar fechado sem público devido à pandemia. Mas foi incrível e, mesmo assim, feito com muito amor e carinho.

Priorizaram o romantismo no repertório? E quem vocês são na vida real, apaixonados?

Vitor Sempre priorizamos o romantismo, é a nossa essência. E eu posso dizer, com toda certeza, que sou um cara apaixonado!

Já colocaram o coração de vocês no bolso e saíram fazendo estrago, como cantam em “Coração no Bolso”? (Risos)

Vitor Demais! (Risos) Quem nunca passou por isso, né? Você se empolga com uma pessoa, acha que é pra vida inteira, mas é passageiro... Aí, meu amigo, eu recomendo que ouça bastante essa música! (Risos)

Quais dicas vocês dão para os casais não dormirem brigados?

Vitor Dormir brigado é ruim demais! Não pode levar aquele sentimento de raiva para o outro dia. Então, o melhor é cada um baixar a guarda, pedir desculpas ou beijar na boca para selar a paz! Faz qualquer coisa, mas não dorme brigado! (Risos)

Em “Faz Falta”, cantam: “Coração arrumado nunca fez bom apaixonado”. O que queriam dizer com isso?

Vitor É uma metáfora onde buscamos dizer que todo amor causa uma bagunça boa ou ruim na nossa vida, seja em pensamento ou sentimento. É aquela pessoa que chega para mudar tudo o que você já tinha planejado.

Por muitos anos, cuidaram do visual dos outros. Hoje, quem cuida de vocês?

Cadu Hoje somos clientes das barbearias, mas acaba que nós mesmos sempre damos um jeito no nosso próprio visual, quando precisamos. (Risos)

São vaidosos?

Cadu Somos. Procuramos sempre manter nossa melhor aparência.

Estão solteiros? Como lidam com o assédio feminino?

Cadu Estamos! Receber o carinho do público é muito bom e sempre procuramos manter o contato e retribuir da melhor forma esse carinho. Elas nos respeitam muito e nós respeitamos todas.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS