Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

“TV aberta vai continuar forte por muito tempo”, diz executivo do SBT

| 23/08/2021 12:37 h

Completando quatro décadas de existência, a rede de televisão SBT não somente se prepara para o futuro, como também realiza inovações e cria plataformas digitais para complementar a TV aberta.

As declarações foram dadas por José Roberto Maciel, CEO (é a sigla inglesa de Chief Executive Officer, que, em Português, significa diretor-executivo) da emissora, durante uma palestra do projeto Webinários Tribuna na última semana.

Como o nome do webinário sugere e Maciel defende, “o SBT está se movendo”. Mesmo com o avanço tecnológico e com a disposição de informações a todo tempo por meio da internet, Maciel garante que a televisão aberta vai continuar sendo um território essencial para o jornalismo e para a informação.

Maciel citou o caso da tomada de poder pelo Talibã no Afeganistão como exemplo disso: “A questão do Afeganistão já havia impactado as pessoas ao longo do dia. Qual papel nós passamos a ter nos telejornais no fim do dia? É explicar o fato, explicar o motivo”, disse o CEO.

“As pessoas não entendem o contexto que aquilo está acontecendo. Aí é que vem o papel relevante da televisão, de procurar dar esse entendimento para as pessoas”, completou.

Ele lembrou que o público assiste à TV aberta em média 7h30 por dia, e que o diferencial para continuar em ascensão é se adaptar às novas tecnologias e, assim, enxergar novas possibilidades.

“A televisão aberta segue forte. O que temos de fazer é acelerar esse processo de tecnologia para que capture essas oportunidades em outros canais de comunicação e isso crie novas fontes de receita para a TV aberta continuar investindo naquilo que é fundamental, que é a produção de conteúdo.”

Para o CEO, o mundo da televisão aberta combinado com as novas tecnologias vai dar à emissora um leque de oportunidades com mais criação de conteúdo e estratégias de marketing.

Quanto aos influenciadores da nova era digital, ele é incisivo:

“Hoje qualquer um diz que é produtor de conteúdo, mas ter relevância, saber fazer curadoria e ser acessado é outra história.”

O CEO do SBT, José Roberto Maciel
O CEO do SBT, José Roberto Maciel |  Foto: Divulgação

Na ocasião, Maciel ainda reconheceu a influência de Silvio Santos para o sucesso da emissora e a consolidação da audiência.

“Ele consegue interagir como ninguém”.

Criação de conteúdo para as plataformas digitais

Com mais de 22 anos de trabalho na casa e 10 anos como CEO da rede de televisão SBT, José Roberto Maciel comenta que a pandemia trouxe muitos desafios, mas acelerou uma série de iniciativas tecnológicas – que tiveram de ser desenvolvidas para que o trabalho remoto fosse possível.

“As redes sociais e a tecnologia trouxeram um dinamismo muito grande, as pessoas são impactadas muito rápido”, apontou o CEO.

“Isso está fazendo com que a gente, como veículo, também tenha que se adaptar a essa realidade e se mover nessa direção buscando ser presente na vida dessas pessoas e atingi-las por 'N' dispositivos ao longo do dia”, declara.

No ano em que completa 40 anos de história, o SBT garante uma forte presença em todas as plataformas digitas, como Facebook, Instagram, Tik Tok, Twitch, Twitter e YouTube. Tudo isso sempre alicerçado nos pilares que regem a marca: informação, diversão e família.

Nas plataformas digitais já é possível encontrar conteúdos diários para jovens, gamers (nome dado atualmente para os jogadores de videogame) e também para curtir com toda a família.

Para a geração Z (definição para as pessoas nascidas entre a segunda metade dos anos 1990 até o início do ano de 2010), a novidade é a TV ZYN, que traz uma variedade de jogos online, webséries, entrevistas e bastidores com os influenciadores do momento.

A plataforma é comandada por um time cheio de influência nas redes sociais, como Sophia Valverde e Igor Jansen.

Além disso, a outra novidade é o SBT Games – uma plataforma que leva informação e entretenimento especializado de videogames e esportes eletrônicos para o público jovem e jogadores veteranos.

De acordo com Maciel, todo os conteúdos são feitos de gamers para gamers.

Saiba mais

Como será o futuro do SBT?

  • O diferencial para que a TV aberta mantenha-se forte é acompanhar as novidades no mundo digital.
  • A televisão aberta aliada às novas tecnologias permite novas oportunidades com mais criação de conteúdo e novas estratégias de marketing.
  • Como o telejornalismo
  • Pode ser impactado?
  • A televisão aberta vai continuar sendo um território muito importante para o jornalismo e para a informação, garante o CEO.
  • O papel relevante do telejornalismo nos tempos atuais é explicar para as pessoas o porquê dos fatos, diferentemente das redes sociais que, muitas vezes, apenas os apresentam.

Futebol na TV

  • A emissora deve investir na programação esportiva, com a aquisição dos direitos de transmissão dos principais torneios nacionais e internacionais, como Libertadores, Copa América e Champions League.

Novidades para o mundo digital

  • O SBT já garante presença nas principais plataformas digitais (Facebook, Instagram, Twitch, Twitter, Tik Tok e YouTube).
  • A TV ZYN traz uma variedade de conteúdos exclusivos para os jovens. Os interessados poderão ter acesso a jogos online, webséries, entrevistas e bastidores com os influenciadores atuais.
  • O SBT Games leva informação e entretenimento para os amantes de videogames e esportes eletrônicos. Todos os conteúdos são feitos de gamers para gamers.

Fonte: José Roberto Maciel; Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS