X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Apologia à zoofilia no BBB 20 será investigada pela polícia

| 04/02/2020 17:55 h | Atualizado em 04/02/2020, 18:13

Imagem ilustrativa da imagem Apologia à zoofilia no BBB 20 será investigada pela polícia

Nesta terça-feira (04), o Ministério Público do Rio de Janeiro pediu, com urgência, a abertura de inquérito na 32ª Delegacia de Polícia do Rio, para apurar todas as denúncias de maus tratos de animais e zoofilia, supostamente praticados por integrantes da 20ª edição do Big Brother Brasil, na Rede Globo. As informações são do jornal Extra.

Por meio de nota enviada ao Extra, o MPRJ afirmou que: "A 19ª Promotoria de Investigação Penal, da 1ª Central de inquéritos no MPRJ, recebeu hoje a ouvidoria pertinente ao assunto e encaminhou para a 32ª DP para instauração de Inquérito Policial, com a máxima urgência".

A ex-panicat Mari Gonzales e o arquiteto Felipe Prior protagonizaram uma conversa que irritou os fãs do programa nas redes sociais.

Durante um bate papo na piscina da casa do reality, logo no início do programa, Mari afirmou que, para eles, é anormal sentir atração por animais, mas que "tem pessoas que sentem tesão" e, por isso, "está tudo bem se quiserem". Já o arquiteto falou sobre casos que já ouviu sobre o tema.

"Os peões da obra em que trabalho já falaram que no Nordeste isso é normal. O meu funcionário 'comia' cabra. Ele conta", contou Felipe.

Assista ao momento da conversa:

Após a repercussão do caso, o delegado e deputado estadual de São Paulo, Bruno Lima, acionou o Ministério Público para que o caso fosse investigado.

"Após esse triste episódio do 'BBB20', em que batem um papo sobre zoofilia, nossa equipe está estudando as medidas legais do que podemos fazer para não ficarmos só na teoria. Provavelmente vamos fazer uma representação no Ministério Público do Rio de Janeiro para apurarem os fatos. Zoofilia é crime, não é normal.

Queria vê-los fazendo resgate de animal estuprado e falarem que é normal", disse o delegado em seu Instagram.
 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS