X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Protestos com roupas antigas no Oscar 2020

| 11/02/2020 13:41 h

Jane Fonda usou vestido de 2014, Natalie bordou nomes de mulheres
Jane Fonda usou vestido de 2014, Natalie bordou nomes de mulheres |  Foto: Divulgação

A consciência ecológica pintou de verde o tradicional tapete vermelho do Oscar e também teve espaço para outros protestos durante a cerimônia do último domingo (09).

Estrelas como Margot Robbie optaram por garimpar vestidos de coleções antigas de grandes grifes, enquanto outras, como Saoirse Ronan, reciclaram um vestido que ela mesma usou no Bafta.

Jane Fonda, que subiu ao palco do Oscar para entregar o principal prêmio da noite, de Melhor Filme, para “Parasita”, repetiu o vestido que usou no Festival de Cinema de Cannes em 2014: um longo vermelho coberto de cristais. “Preciso agir de acordo. Então, não vou comprar mais roupas”, disse a atriz em novembro do ano passado.

Joaquin Phoenix, Melhor Ator por “Coringa”, repetiu o mesmo terno, produzido a partir de materiais sustentáveis, que usou durante toda a temporada de premiações.

Já Natalie Portman decidiu bordar em sua capa os nomes das diretoras mulheres que foram esnobadas pela Academia este ano. Entre elas, estavam Greta Gerwig, de “Adoráveis Mulheres”, Melina Matsoukas (“Queen & Slim”) e Marielle Heller (“Um Lindo Dia na Vizinhança”).







                    

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS