X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

'Minha Mãe É Uma Peça 3' atinge maior bilheteria do cinema nacional

| 23/01/2020 08:48 h

Protagonizado por Paulo Gustavo, o filme "Minha Mãe É uma Peça 3" acaba de se tornar o longa de maior bilheteria da história do cinema nacional.

Minha Mãe é uma Peça
Minha Mãe é uma Peça |  Foto: Divulgação

Logo em sua primeira semana de exibição, o filme já havia desbancado 'Star Wars - A ascensão Skywalker' e se sagrado como o longa que mais levou gente ao cinemas brasileiros em 2019 na primeira semana: foram mais de 1,8 milhão de pessoas.

Agora, após quatro semanas, passou o filme brasileiro "Nada a Perder" e arrecadou a maior quantia de um filme em todos os tempos em terras brasileiras, segundo a produtora Downtown Filmes.

Foram quase R$ 140 milhões e mais de nove milhões de espectadores nos cinemas nacionais. 

Nas redes sociais, Paulo Gustavo comemorou. "Dona Hermínia só me dá orgulho", postou.
A terceira versão do longa brasileiro de comédia tem inspiração mais uma vez na própria família do protagonista.

"Esse é o meu filme mais autobiográfico e mais político. Eu quis falar do meu pai [Carlos Alberto] que foi morar na frente da casa da minha mãe, do meu casamento, da minha paternidade", afirmou o humorista antes do lançamento, que tirou proveito desses novos acontecimentos em sua vida real para dar gás a novas piadas.

Dona Hermínia sempre terá uma história a contar se depender de seu criador, o humorista Paulo Gustavo. A personagem inspirada na mãe dele, Déa Lúcia, já havia levado quase 10 milhões de pessoas aos cinemas nos dois primeiros filmes.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS