X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Ação e humor nos cinemas

“O Palestrante” e “Trem-Bala”, filmes estrelados por Fábio Porchat e Brad Pitt, são as principais estreias da semana

Flávio Carvalho, do jornal A Tribuna | 04/08/2022 16:04 h

O galã Brad Pitt vive o assassino de aluguel Ladybug em “Trem-Bala”, novo filme do diretor David Leitch
O galã Brad Pitt vive o assassino de aluguel Ladybug em “Trem-Bala”, novo filme do diretor David Leitch |  Foto: Divulgação
 

O que fazer quando tudo está dando errado na vida? Se meter em mais confusão não parece ser a melhor saída, mas esse acaba sendo o destino dos novos personagens do galã Brad Pitt e do humorista Fábio Porchat nos cinemas.

Eles protagonizam, respectivamente, os filmes “Trem-Bala” e “O Palestrante”, principais estreias de hoje nas salas do Espírito Santo. No roteiro de ambos, muito humor!

Em sua mais nova produção baseada em romance japonês escrito por Kotaro Isaka, Brad Pitt dá vida ao assassino de aluguel Ladybug, personagem  definido pelo próprio ator como um “perdedor”. “Ele sempre tem boas intenções, mas falha o tempo todo”, brincou o astro.

Quase desistindo de sua carreira, ele é recrutado por Maria Beetle (Sandra Bullock) para uma última missão. O trabalho em questão é o de recuperar uma maleta num trem em alta velocidade no Japão.

O que Ladybug não sabe é que outros quatro assassinos estão a bordo e que seus objetivos estão conectados, mas são conflitantes. 

Daí em diante, o público confere cenas de humor ácido e de muita ação com direito a lutas inspiradas em Jackie Chan, uma estrela das artes marciais na versão cômica.

A direção do longa é de David Leitch, responsável por “Deadpool 2”, “Atômica” e “Velozes e Furiosos: Hobbs e Shaw”. 

As coisas também não estão nada boas para o contador Guilherme, personagem de Fábio Porchat em “O Palestrante”. Infeliz, ele acaba de ser demitido da empresa onde trabalhou a vida toda e ainda foi abandonado pela mulher, interpretada por Letícia Lima. 

Sem perspectivas e sozinho, o protagonista encontra a oportunidade de mudar de vida ao se passar por Marcelo Gonçalves, um palestrante motivacional contratado para animar os funcionários da empresa de Denise (Dani Calabresa).

O personagem nada alto-astral, então, acaba se metendo numa sequência de mentiras que vão garantir boas risadas, mas também muita reflexão.

“Vivo dois personagens, o Guilherme, que está nesse mundo meio cinza, e o Marcelo. É essa nova identidade que permite que o contador perceba que pode ser ele mesmo, aquele cara que era legal, que foi sendo deixado de lado para se transformar no que as pessoas e o emprego esperavam”, conta Porchat sobre a comédia romântica.

Curiosidades

“Trem-Bala”

Relação de longa data

Em entrevista ao The Hollywood Reporter, o ator Brad Pitt falou sobre sua relação de longa data com o diretor do filme “Trem- Bala”, David Leitch. O cineasta já foi dublê do galã em “Clube da Luta” (1999).

“Ele me treinou para essas lutas e de certa forma estava me ajudando a desenvolver o personagem. Agora ele é um diretor com sua própria voz e seu próprio vernáculo e eu estou servindo a ele, ele é o chefe. Então havia uma bela simetria para dois velhos amigos”, revelou Pitt.

Lady Gaga de fora

Além de Brad Pitt, “Trem-Bala” traz no elenco nomes como Aaron Taylor-Johnson, Sandra Bullock, Joey King e o astro da música Bad Bunny. E ele não ia ser o único cantor a participar do filme, visto que Lady Gaga era a favorita para estrelar o longa. 

No entanto, ela não pôde ficar com o papel por conta das filmagens de “House of Gucci”. A estrela foi substituída por Sandra Bullock.

Pandemia

As filmagens de “Trem-Bala” aconteceram durante a pandemia, enquanto o Japão ainda enfrentava o período de isolamento. “Não podíamos viajar para Tóquio. Era um momento especialmente sombrio para todos nós”, lembrou o protagonista. 

Por isso, a saída encontrada pela produção foi reproduzir, em estúdio, três vagões do trem-bala que cobre a linha Tóquio-Quioto. Nas janelas desses vagões, imagens do trajeto passam em alta velocidade, transmitidas em telões de alta definição.

- Sangue e hematomas

O galã, que já afirmou não pretender se aposentar por agora, revelou que as cenas de ação deixavam marcas no corpo dos atores. 

“Sempre voltamos para casa com hematomas, às vezes um pouco de sangue! Mas fizemos isso com muita cautela”, salientou.

“O Palestrante”

- Cena de sexo

Amigos desde 2006, Fábio Porchat e Dani Calabresa vivem um par romântico em “O Palestrante”.  Segundo o ator, a gravação de uma cena de sexo entre os dois foi desafiadora.

Porchat e Dani: par romântico
Porchat e Dani: par romântico |  Foto: Divulgação
 

“Talvez tenha sido a coisa mais difícil do filme. A gente ria, porque é uma coisa impensável”, disse o ator e apresentador ao programa “Estúdio CBN”.

- Roteirista

Além de ser o protagonista, Porchat assina o roteiro do longa, que foi  gravado em 2018.  “É um filme que não tem nada de política, nada de polêmica. É uma comédia romântica bonitinha, fofa, com piadas para as pessoas rirem”, afirmou o artista. 

- Curso de coach

O elenco ainda conta com Letícia Lima, Maria Clara Gueiros, Miá Mello e Paulo Vieira, que confessou ter ido parar num curso de coach. 

“Quando o Fábio me chamou para fazer esse filme, eu senti que precisava fazer um laboratório. Me inscrevi em um desses negócios de coach. E ninguém nunca soube, porque eu tenho vergonha”, contou o comediante durante  coletiva de imprensa.

OUTRAS ESTRELAS

“Crimes do Futuro”

A partir de hoje, o Cine Metrópolis, em Goiabeiras, exibe “Crimes do Futuro”, novo filme do diretor canadense David Cronenberg. O cineasta esteve por trás de  “Crash - Estranhos Prazeres” (1996), “Marcas da Violência” (2005) e “Cosmopolis” (2012).

O longa se passa em um futuro distópico, onde os humanos precisam aprender a conviver e se adaptar a um ambiente sintético. Para isso, a espécie deve ir para além do que seu estado natural permite e se submeter a uma metamorfose.

 A experiência cinematográfica aterrorizante, que traz no elenco nomes como Kristen Stewart, Léa Seydoux e Viggo Mortensen, chocou o Festival de Cannes de 2022.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS