X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Entretenimento

OpenAI fecha parceria com revista Time para usar seus conteúdos em treinamentos de IA


A revista Time é mais uma das publicações com conteúdos utilizados para treinar o ChatGPT. De acordo com um comunicado da empresa, que publicou a informação nesta quinta-feira, 27, o contrato entre as empresas inclui o licenciamento de conteúdos e uma "parceria estratégica" entre os grupos.

O acordo é válido por vários anos e faz parte da "coleção" de publicações que a OpenAI espera contar nos próximos anos para alimentar seu principal modelo e inteligência artificial (IA).

"Ao longo de nossos 101 anos de história, a Time adotou a inovação para garantir que a entrega de nosso jornalismo confiável evolua junto com a tecnologia", disse o diretor de operações da Time, Mark Howard, em um comunicado. "Esta parceria com a OpenAI avança nossa missão de expandir o acesso a informações confiáveis em todo o mundo, à medida que continuamos a adotar novas formas inovadoras de levar o jornalismo da TIME ao público global."

Os conteúdos da Time já estão disponíveis para a base de dados do chatbot e podem ser usados tanto em pesquisas históricas quanto para informações em tempo real, desde que o ChatGPT cite as matérias provenientes.

A Time ainda afirmou que vai fornecer feedbacks para a OpenAI sobre como o conteúdo está sendo usado, do ponto de vista jornalístico, afirmou a revista em um comunicado.

A parceria também é uma tentativa da revista de se aproximar de públicos mais jovens. Com mais de 100 anos, a revista optou por derrubar o paywall de todas as suas matérias no ano passado para aumentar o alcance de seus conteúdos.

OpenAI busca parcerias

A OpenAI tem buscado essas parcerias como uma forma de proteger-se contra ações judiciais de direitos autorais. Nos últimos meses, a empresa tem firmado parcerias significativas, incluindo com gigantes da mídia como News Corp, Axel Springer, DotDash Meredith, Financial Times e Associated Press.

Criadores de conteúdo de várias áreas, incluindo jornais e comediantes, têm argumentado que o uso de suas obras para treinamento de IA sem autorização constitui uma violação de direitos autorais. Em resposta, a OpenAI vem fortalecendo seus acordos de licenciamento para mitigar riscos legais.

Atualmente, a OpenAI e a Microsoft enfrentam um processo de violação de direitos autorais movido pelo New York Times, que já gastou US$ 1 milhão na ação. Outros jornais, como New York Daily News, Chicago Tribune e The Intercept, também entraram com processos semelhantes, aumentando a pressão sobre a OpenAI para garantir parcerias importante e legalmente seguras.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: