Login

Atualize seus dados

Entretenimento

Novo Superman, filho de Clark Kent, assume ser bissexual em nova HQ

12/10/2021 09:56:53 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem Novo Superman, filho de Clark Kent, assume ser bissexual em nova HQ
Novo Superman, filho de Clark Kent, assume ser bissexual em nova HQ Foto: Reprodução/ DC Comics

O novo Superman assumirá ser bissexual em um quadrinho lançado em breve, anunciou a DC Comics nesta segunda (11).

Filho do Superman clássico, Clark Kent, com Lois Lane, o herói Jonathan Kent sairá do armário na nova edição da série "Superman: Son of Kal-El", publicada digitalmente em 9 de novembro.

A HQ não só narra os conflitos do personagem enquanto super-herói como também aborda sua jornada de autodescobrimento.

O novo arco dramático de Jonathan –ou Jon– Kent, herdeiro de um dos heróis mais importantes do mundo dos quadrinhos, é mais um passo dessa indústria para diversificar os personagens LGBTQIA+ de suas histórias.

Exemplos anteriores incluem o braço-direito de Batman, Robin, que em HQs recentes se apaixonou por um amigo.

E o gibi "Vingadores - A Cruzada das Crianças", censurado na Bienal do Rio de 2019 pelo prefeito Marcelo Crivella por trazer um desenho dos personagens Wiccano e Hulkling se beijando –embora eles estejam completamente vestidos, a prefeitura justificou sua ordem afirmando que a obra trazia conteúdo sexual para menores, entendimento depois julgado equivocado pelo STF, o Supremo Tribunal Federal.

Além de se assumir bissexual, Jon tem uma posição política mais clara do que os super-homens antecessores.

Na série de HQs, ele já combateu incêndios florestais causados pela crise do clima, impediu um tiroteio num colégio e protestou contra a deportação de refugiados em Metropolis, sua cidade natal fictícia.

Lançada em 2015, a série sobre o novo Superman é motivo de orgulho de seu criador, Tom Taylor.

Em entrevista ao site IGN, ele comentou a nova edição do quadrinho na qual é revelado esse aspecto da sexualidade do herói: "É muito importante fazer isso com Jon Kent como Superman", afirmou.

"Ao mesmo tempo, espero que esse tipo de coisa não seja visto como um grande negócio no futuro. É possível prever o que isso vai virar quando o homem mais poderoso do mundo fizer parte da comunidade LGBT. Muitas coisas estão no horizonte e além dele."