X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Entretenimento

Filha de Brad Pitt e Angelina Jolie, Shiloh Jolie Pitt decide morar com o pai, diz revista


Shiloh Jolie Pitt, filha de Brad Pitt e Angelina Jolie, decidiu morar com o pai após ele perder uma batalha judicial para sua mãe nos Estados Unidos, em um processo relacionado à venda de uma vinícola na França, a Chateu Miraval, que pertencia ao casal. As informações são da revistaIn Touch.

De acordo com a publicação, Shiloh decidiu morar com o pai em Los Feliz, na Califórnia, mesmo mantendo um bom relacionamento com a mãe. A decisão teria deixado Pitt extremamente feliz.

A publicação diz ainda que "Angelina não ficou feliz, mas ela reconhece que Shiloh é uma jovem adulta capaz de tomar suas próprias decisões".

Pedido de divórcio

Angelina pediu a separação do astro em setembro de 2016, com quem teve seus filhos, sendo três deles adotados. Na época, a estrela alegou "diferenças irreconciliáveis" e Pitt disse que ficou "muito triste" e pediu "respeito aos filhos em um momento tão difícil".

Em entrevista a revista Vogue, em 2020, na edição indiana, a atriz declarou que a decisão de se separar dele levou em conta os filhos. "Separei-me pelo bem estar dos meus filhos. Foi a decisão certa", disse.

E em 2022, de acordo com o site Page Six, os advogados da famosa alegam que o astro "tomou posse" da vinícola Chateu Miraval. O processo indicava que o local pertencia 50% a cada parte. Na ação, Jolie pediu US$ 250 milhões de dólares (cerca de 1,3 bilhões de reais na cotação da época).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: