X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Polícia cumpre mandado de busca e apreensão na casa de Tirullipa

Humorista e influenciador digital foi alvo da operação após contrato com empresa Betzord

Agência Folhapress | 15/07/2022 16:51 h

Tirullipa
Tirullipa |  Foto: Reprodução / Instagram
 

O humorista Tirullipa, 37, divulgou um comunicado de sua equipe jurídica por meio de suas redes sociais após a Polícia Civil de São Paulo cumprir um mandado de busca e apreensão em sua casa, no bairro Alphaville, na noite desta quinta-feira (14). A influenciadora digital Deolane Bezerra também foi alvo da mesma ação, que busca investigar influenciadores que fizeram publicidades para a empresa Betzord, que atua no segmento de jogos e apostas esportivas on-line.

De acordo com a nota publicada no perfil do humorista, Tirullipa fez apenas "uma ação de divulgação pontual e ética" em 2021 para a empresa em questão e "não figura como investigado no inquérito".

Confira abaixo o comunicado na íntegra:

"Em atenção ao que vem sendo veiculado na mídia acerca do cumprimento de mandado de busca e apreensão na residência do humorista Tirullipa, a assessoria jurídica do artista informa que o mesmo não possui qualquer envolvimento com a empresa investigada por suposto crime contra a economia popular e associação criminosa. Além disso, não figura como investigado no inquérito.

Vale destacar que o artista realizou apenas uma ação de divulgação pontual e ética, no ano de 2021, para a empresa investigada.

Ressalta-se ainda que todos os valores e itens apreendidos em sua casa são provenientes do seu trabalho, legalmente declarados e já estão sendo devolvidos ao artista, que segue contribuindo com toda a investigação e à disposição da justiça."

O UOL tentou contato com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo e Tirullipa. Assim que houver um retorno, a nota será atualizada.

O QUE DIZ A EMPRESA

A Betzord divulgou um comunicado nas redes sociais, indicando que "sempre atuou de forma correta e respeitando as normais legais".

"A empresa contribui e sempre irá contribuir com as investigações e quando oportunizado demonstrará a legalidade de seus atos", diz a publicação. 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS