X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Famosos

Pedro Paulo Rangel tem sedativos suspensos para tentar extubação

Ator luta contra os efeitos da DPOC, causada pelo tabagismo, desde 2002, quatro anos depois de ter parado de fumar


Imagem ilustrativa da imagem Pedro Paulo Rangel tem sedativos suspensos para tentar extubação
Pedro Paulo Rangel |  Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (14), médicos suspenderam a sedação do ator Pedro Paulo Rangel, 74, na tentativa de extubá-lo.

De acordo com a Casa de Saúde São José, na zona sul do Rio de Janeiro (RJ), o artista está melhorando, mas ainda apresenta um quadro clínico grave.

"Pedro Paulo Rangel apresentou boa resposta ao antibiótico, com melhora dos resultados dos exames de sangue, porém seu quadro ainda é grave e inspira cuidados. Nesta quarta (14), foi desligada a sedação na tentativa de retirada da ventilação mecânica", diz a nota enviada pelo hospital.

Pedro Paulo está intubado desde a madrugada do último domingo (11). Ele foi internado no dia 30 de outubro e está no CTI (Centro de Terapia Intensiva) desde 6 de novembro.

O ator, que interpretou Calixto em "O Cravo e a Rosa", luta contra os efeitos da DPOC, causada pelo tabagismo, desde 2002, quatro anos depois de ter parado de fumar.

"Isso absolutamente não me impede de trabalhar. Eu tomo remédios, tenho uma rotina. Faço fisioterapia. Eu só não posso andar muitos metros, não consigo, me dá falta de ar. Mas no palco eu ando perfeitamente. Nas ruas uso uma scooter", disse, em entrevista ao jornal O Globo em maio deste ano.

No início de novembro, Pedro Paulo cancelou as apresentações da peça "O Ator e o Lobo" que faria na Casa de Cultura Laura Alvim, no Rio de Janeiro. No dia 15 daquele mês, ele afirmou que estava fora da CTI, mas sem previsão de alta.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: