X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Mayra Cardi entra com pedido de anulação de casamento com Arthur Aguiar

| 13/10/2020 13:36 h | Atualizado em 13/10/2020, 14:00

Arthur Aguiar e Mayra Cardi, com a pequena Sofia
Arthur Aguiar e Mayra Cardi, com a pequena Sofia |  Foto: Reprodução / Instagram

Mayra Cardi entrou com um pedido de anulação do casamento com o ator Arthur Aguiar. As informações são do Uol.

Segundo a publicação, a coach comportamental descartou um pedido de divórcio por ter oficializado a relação com o ator quando ainda estava casada com Egil Greto Guarize. Por isso, apenas foi registrado um requerimento de regularização do seu estado civil, na Justiça de São Paulo.

No entanto, Mayra pode ser acusada de bigamia (dois casamentos ao mesmo tempo) e falsidade ideológica (por afirmar que estava solteira quando se casou com Arthur, em 2017). De acordo com o Art. 235 do Código Penal - Decreto Lei 2848/40, a pena para a bigamia pode chegar a seis anos de reclusão.

Segundo Fábia Oliveira, do jornal O Dia, no processo, Mayra solicita que, primeiro, seu casamento com Greto Guarize (consolidado na Flórida, nos Estados Unidos da América) seja validado no Brasil, para que, em seguida, ela possa anular o casamento com Arthur Aguiar.

"Requer-se a este MM. Juízo que seja validado o casamento no Estado da Flórida, Estados Unidos da América entre a Sra. Maíra Cardi com o Sr. Egil Greto Guarize, para que, ato contínuo e na forma prevista em Lei, possa a Autora (Mayra) pugnar pela anulação do casamento celebrado entre a Sra. Maíra Cardi com o Sr. Arthur Aguiar".

Também no processo, a ex-bbb pede a transcrição do casamento com Greto para a sua certidão de casamento brasileira. "Se transcrita a certidão de casamento de Maíra, esta teria dois casamentos válidos no Brasil".

A divisão de bens também pode ser um motivo que contribuiu para Mayra ter optado pela anulação e não pelo divórcio. Na primeira opção, a empresária não vai precisar dividir seus bens com Aguiar, que a traiu durante quase todo o relacionamento.

Isso porque, os dois se casaram sob a Comunhão Parcial de Bens, fazendo com que todo o patrimônio adquirido após o casamento civil seja dividido entre os dois, em igual proporção.

O Uol procurou a assessoria de imprensa de Mayra, mas ainda não houve posicionamento.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS