X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Luciana Gimenez diz estar bem após ir parar no hospital

| 17/08/2021 15:02 h

Luciana Gimenez
Luciana Gimenez |  Foto: Francisco Cepeda/AgNews

A apresentadora Luciana Gimenez, 51, passou mal antes da gravação do Luciana by Night (RedeTV!) desta segunda-feira (16) e foi parar no hospital.

Segundo a assessoria da emissora, foi um pico de pressão que a atingiu e a deixou desnorteada. Após fazer exames e ser medicada, recebeu alta do Albert Einstein e já está em casa.

Pelas redes sociais, a apresentadora tranquilizou os fãs. "Oi, gente, tudo bem com vocês? Estou passando aqui para dizer que já estou melhor e que foi só um susto mesmo. Para todo mundo que está me ligando, perguntando de mim, obrigada", começou.

"Queria dizer que amanhã vou estar muito melhor. Já saí do hospital e estou em casa. Obrigada", emendou ela em em vídeo nos stories do Instagram. Recentemente, Luciana se viu envolvida em duas polêmicas. A Justiça de São Paulo determinou que o senador não cite mais o nome da apresentadora com multa diária de R$ 20 mil, caso descumpra.

Em abril, os advogados da apresentadora entraram com uma queixa-crime no STF (Supremo Tribunal de Justiça), segundo o jornal O Globo. Eles pedem pena máxima (de mais de 4 anos) para Kajuru por seis casos de injúria e dois de difamação.

Durante uma live com Antônia Fontenelle no dia 25 de março, Kajuru se referiu a Gimenez como "mulher de programa", "mulher desqualificada" e "mulher de interesse".

Em maio, a atriz e youtuber Antonia Fontenelle ficou sabendo que teria de pagar multa de R$ 20 mil por descumprir ordem judicial que a proibia de fazer qualquer referência a Gimrnrz. Ela fez um vídeo com fita adesiva na boca e citou o processo e o nome da apresentadora da Rede TV!.

Na decisão, o juiz Valentino Aparecido de Andrade, da 1ª Vara Cível de São Paulo, aplicou ainda multa de 20% sobre o valor da causa. O magistrado diz que ficou evidente que Antônia, por meio de vídeo que circulou nas redes sociais, quis descumprir a ordem judicial.

"O conteúdo do vídeo comprova que a ré tinha pleno conhecimento da decisão e da eficácia da tutela provisória de urgência, tanto assim que em vários momentos veiculados nesse vídeo a ré refere-se a este processo judicial e à medida liminar nele concedida", diz o juiz.

Antônia disse que não foi "notificada de absolutamente nada" e soube pela imprensa que a apresentadora da Rede TV! havia entrado na Justiça contra ela para proibir que cite seu nome. Ela disse que deixa o caso com seus advogados.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS