X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Famosos

“Foram os piores dias de minha vida”, revela Suzana Vieira sobre traição

Atriz detalha caso de infidelidade de ex-marido em autobiografia


Aos 81 anos, a atriz Susana Vieira passa a vida a limpo na autobiografia “Senhora do Meu Destino”. No livro, detalhes de seis décadas de carreira e muito de sua vida pessoal. Lembranças da infância, do câncer enfrentado por ela em 2015, romances e, claro, seus “piores dias”, ao se referir à traição do então marido, o ex-policial Marcelo Silva, em 2008.

“Acordei um dia com uma traição contada pelos jornais: 'Marido de Susana Vieira tem uma amante há meses'. Uma traição enorme, com fotos, com provas. Na mesma hora, botei Marcelo para fora de casa, e ele foi morar com a amante em um hotel na Barra”, disse a atriz, que começou o relacionamento no Carnaval, quando foi rainha de bateria da Grande Rio e se encantou “olhos verdes” do ex-policial que fazia sua segurança.

Nos capítulos que seguem, ela revela que este é o único momento da vida em que parte dessa história ficará só entre ela e a polícia. “Mas posso garantir que foram os piores dias da minha vida. Eu tive que andar escoltada e ter seguranças em minha casa dia e noite”, contou.

A amante, a nutricionista Fernanda Cunha, então com 24 anos, disse ter sido agredida por Marcelo depois que a traição se tornou pública. Menos de uma semana depois, reviravolta: Marcelo assumiu namoro com a amante em programa de TV.

Susana decidiu relembrar o episódio na biografia para mostrar como foi julgada ao se relacionar com um homem mais novo. Marcelo tinha 35 anos no início do relacionamento e ela, 66.

“Fui ridicularizada. Todos diziam a mesma coisa: 'Você acha que o cara não iria te trair? E você queria que acontecesse o quê com um cara bem mais novo?'. Eu me perguntava se, por um acaso, alguém com 35 anos é um jovenzinho. Ele era um homem. Era o meu marido, não um namorado. (...) Então, quando as pessoas me perguntavam se eu não achava natural que isso acontecesse, eu respondia que não. Porque ainda acredito no ser humano. Porque não me passa pela cabeça que, quando me apaixono, a sociedade inteira está achando que aquele homem jovem está comigo para me explorar".

Semanas depois do término, Marcelo foi encontrado morto em um apart-hotel na Barra da Tijuca, no Rio. Segundo a polícia, vítima de overdose de cocaína. “O que mais me ofendeu e feriu foi a imprensa ter ficado contra mim. Isso foi a coisa mais absurda, abjeta, preconceituosa que já vi. Quem teve uma overdose que o levou à morte foi ele. Quem tinha uma amante era ele. E eu que viro a irresponsável por ter me casado por amor?"

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: